EleiçõesHistórias TopRS

Eduardo Leite explica porque não trabalha: “Fiz um colchão”

Eduardo Leite, candidato do PSDB ao Piratini, em entrevista à Rádio Gaúcha, foi perguntado:

“O senhor deixou a prefeitura em 2016 e desde então não trabalhou. Como paga as contas?”

O tucano respondeu:

“Fiz um colchão. Trabalho desde os 19 anos. Toda a minha remuneração, sempre fui separando um valor e fiz aplicações financeiras”.

Privatizações

Sobre privatizações, ele respondeu:

“Sou contra privatizar o Banrisul. Não é deficitário, não é um problema para o Estado. Pode ser estratégico em linhas de financiamento em inovação e tecnologia. No nosso governo, não será privatizado.

A CEEE, que é deficitária, vai demandar aporte de recursos, aí temos um problema além da falta de investimentos num setor estratégico. A Sulgás não é deficitária, mas é deficiente na prestação de serviços e a CRM não nos parece haver razão para que o Estado tenha companhia de mineração.”

Tags
Ver Mais

Conteúdos Relacionados

Um comentário

  1. É a pergunta que todos fazem. Do que vive Eduardo Leite? Alega que tem aplicações financeiras, mas declarou na justiça eleitoral 60.000 reais de património. Isso daria no máximo 300,00 reis mensais no melhor dos investimentos atualmente. É com isso que ele vive? Toda essa conversa é muito suspeita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close