Eleições

Marina diz que não subirá no palanque de Eduardo Leite, que atraiu a Rede para sua coligação

Em coletiva ontem na Federasul, onde falou a empresários, acompanhada pelo ex-senador Pedro Simon, MDB, Marina Silva disse que não vai frequentar o mesmo palanque “desse jovem” (Eduardo Leite, PSDB).

Depois de estar praticamente fechada com o Sartori, que oferecia palanque a Marina no estado, a Rede mudou de repente e fechou com Leite.

Marina foi avisada da decisão quando já havia sido celebrado o acordo em reunião com os líderes do PTB.

A Rede tem fortes laços com o PTB de Canoas, cidade governada por Luiz Carlos Busato, que tem Gisele Uequed como  vice-prefeita.

Oficialmente, pesou na decisão a promessa de Leite de reativar a Secretaria do Esporte – demanda do deputado João Derly – e dar atenção especial ao meio ambiente.

A Rede avaliou que na aliança com o PSDB tem mais chances de reeleger Derly e de conquistar uma cadeira na Assembleia. A legenda vai coligar com PSDB, PPS e PHS para deputado estadual e com PTB, PRB e PSDB para deputado federal.

O acordo abre caminho para o ex-deputado Jorge Uequed ser candidato ao Senado, hipótese impossível em aliança com o MDB.

Informações de Políbio Braga e de Rosane Oliveira.

Ver Mais

Conteúdos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close