Eleições

Mensagens falam em entrega de 1,5 milhão a ex-assessor do governo Alckmin

O Estadão informa que trocas de mensagens obtidas pela Polícia Federal, no âmbito da investigação sobre propina da Odebrecht, dão detalhes do repasse de R$ 1,5 milhão a Sebastião Alves de Castro, ex-assessor da Secretaria de Planejamento do governo Geraldo Alckmin.

Castro, que nega envolvimento, é mencionado em conversas de funcionários da Transnacional, empresa apontada por um doleiro como responsável pelas entregas coordenadas por Marcos Monteiro, o MM, operador do caixa 2 da campanha do tucano em 2014.

Enquanto Alckmin derrete nas intenções de voto, as denúncias contra sua gestão se avolumam.

 

Ver Mais

Conteúdos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close