BrasilHistórias TopOpinião

Quando PT roubava o Brasil, o gás custava R$ 35. Hoje é de R$ 75,00. Explica isso?

Juro que tento escrever sobre outros assuntos, mas sempre algo ou alguém me instiga. Hoje li um post que dia algo assim: “O preço do gás, quando o PT roubava o Brasil, era de R$ 35,00. Agora que o PT parou de roubar é de R$ 75,00. Me explique isso? ”

Me veio à cabeça a Síndrome de Estocolmo, em que vítimas de sequestro constroem um relacionamento cordial com seu sequestrador, ou seja: o PT era o ladrão bonzinho, roubava mas vendia de volta baratinho, enquanto do MDB é o ladrão do mal, que rouba e vende caro.

Que nome se dá a esta patologia?

Eu acho que ladrão é simplesmente ladrão. Estou tão errado assim?

PUBLICIDADE (ESCOLA MARIO QUINTANA) CLIQUE NA IMAGEM

Tive que recordar meus primeiros semestres na faculdade de ciências econômicas que não concluí e relembrar Emile Durkheim, para tentar entender este fenômeno sociológico.

O Fato Social da aceitação da corrupção institucionalizada exerce efeito no individuo, assim como afirmava Durkheim, ou seja, a corrupção governamental é aceita pelas massas. Tentativas de mudar o status quo encontra resistência dessas, ao absurdo de achar que corrupto que cobra menos é melhor que corrupto que cobra mais.

Como se a eliminação da corrupção fosse uma mudança muito drástica, daí conservar o corrupto “mais bonzinho”.

Este comportamento de aceitação se encaixa perfeitamente no princípio da solidariedade mecânica, típico das sociedades tradicionais onde cada um tem uma função, como uma engrenagem.

Trocam-se engrenagens, mas a máquina continua a mesma, o que não gera trauma.

Grande parte da sociedade brasileira tem medo de mudar, mesmo que esta mudança signifique eliminar a corrupção do contexto social.

Tags
Ver Mais

Djalma Cerezini

Djalma Cerezini Filho é engenheiro mecânico e cuteleiro. Foi servidor público no Paraná por 15 anos, administrador do Instituto de Menores de Ijuí (RS), e atualmente profissional liberal na área de Engenharia Mecânica e Cutelaria.

Conteúdos Relacionados

4 Comentários

    1. Olá Vagner, como disse no texto a postagem não foi minha, só tentei refletir como certo grupo de pessoas analisam o caos que vivemos. Abraço e feliz com tua participação.

  1. Comparações superficiais são perigosas!
    Na época do PT Lula o petróleo estava com o valor de 50% de hoje é o dólar também estava bem mais baratos!
    Não concordo com o atual governo tão corrupto quanto o anterior!
    Mas estes dois vetores já explicam o valor do gás! Sem falar da política de preços que colaborou para a atual dívida da Petrobras!
    385 BILHÕES! Isto mesmo! A dívida é maior que o valor da empresa!

    1. Oi Esteves, sim meu caro comparações superficiais são muito perigosas. Me refiro mais ao fato absurdo de pessoas querendo justificar corrupção com corrupção. Minha análise do post foi relacionado ao comportamento de certa parcela da população brasileira aceitar a corrupção como algo normal, não entro no mérito do preço. Abraço e fiquei feliz com tua participação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close