Histórias TopPelotas

Segurança: Pelotas terá acesso ao Sistema de Consultas Integradas

Pelotas terá acesso ao banco de dados do Sistema Consultas Integradas do Governo do Estado. O termo de cooperação que viabiliza a iniciativa foi assinado pela prefeita Paula Mascarenhas e pelo secretário de Segurança Pública (SSP) Cezar Schirmer, em Porto Alegre.

A ação foi possível graças à adesão da prefeitura ao Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM), em abril do ano passado e deve entrar em funcionamento ainda este mês.

“Não podemos mais usar o velho discurso de que segurança pública é dever somente do Estado. Os municípios têm suas responsabilidades e o secretário está fazendo um chamamento para que, juntos, possamos agir com mais eficácia contra o crime”, afirmou Paula, ao destacar que o Estado e os municípios enfrentam os mesmos desafios, sendo imprescindível a união de esforços entre todas as instituições.

Para o secretário Cezar Schirmer, a medida é fundamental para qualificar o trabalho das prefeituras no combate à criminalidade. “São dados extremamente importantes para que as forças policiais, de forma integrada, possam trabalhar de forma mais efetiva, garantindo a segurança da população de suas cidades”, disse.

Com duração de 60 meses e possibilidade de renovação, o convênio permitirá à SSP acesso aos dados via internet, mediante login e senha disponível pelo órgão estadual para servidores previamente designados. Em contrapartida, a prefeitura de Pelotas irá disponibilizar à SSP o acesso ao Sistema de Dados do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e ao Cadastro de Alvarás, além de outras informações de interesse da secretaria.

Como funciona o sistema

Criado em 2004 para fins de investigação, o programa permite que policiais e autoridades, mediante senha, consultem bancos de dados de diversos órgãos, como Detran, Departamento de Identificação e Justiça. O que pode ser consultado: endereços, nomes dos pais, fotos, se a pessoa se envolveu em ocorrência criminal, inquéritos policiais e processos judiciais, se já esteve presa, se é foragida, se tem carro ou arma, entre outras coisas.

Tags
Ver Mais

Conteúdos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close