OpiniãoPelotas & RS

Advogados divergem sobre comerciante que matou dois assaltantes

O caso do comerciante Rogério Grimm, que matou dois assaltantes nesta terça-feira  (17), provocou polêmica no meio judicial. Comentando o caso em seu endereço de facebook, a advogada Sandra Castilho, professora de Direito na Universidade Anhanguera, escreveu:

“Tentei travar os dedos, mas não consegui. Lastimo muito a prisão do comerciante assaltado que nos livrou dos dois assaltantes. Se fosse criminalista ofereceria meus préstimos gratuitamente”.

Já o advogado Luis Antônio Carvalho, ex-presidente da OAB/Pelotas, reagiu, comentando o post de Sandra:

“Perigoso o caminho proposto. Pelo que ouvi na rádio gaúcha, os assaltantes estavam desarmados e sendo atendidos pela SAMU. Assim, não vejo motivos para lastimar pela prisão de quem cometeu esse crime. Entendo que devo me insurgir quanto a falta de segurança, sem perder a noção da necessidade de respeitarmos a lei e a justiça. Sofri na pele agressões físicas e nem por isso fiz justiça pelas próprias mãos. Reflete sobre esse pensamento!!!”

As posições de ambos sintetizam dois sentimentos entre a sociedade.

A polícia deteve o comerciante Rogério Grimm, mas o juiz Régis Vanzin decidiu, nesta quarta-feira (18), pela soltura.

Rogério responderá em liberdade, pois tem bons antecedentes e o juiz considerou que ele não é perigo para a população.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: