Fenadoce deve sentir os efeitos da crise

Com o país imerso na crise, em clima de insurreição, a Feira Nacional do Doce (Fenadoce), marcada para começar na próxima sexta-feira, deverá sentir os efeitos das paralisações nas estradas, da falta de combustível e de retração do consumo.

Se a história seguir a lógica, mantendo a correspondência dos fatos, esta será uma das feiras de menor público.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.