Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Pelotas & RS

O curioso Gato “Moro”

Publicado

on

Pessoal do DNIT que trabalha na duplicação da BR-116 fotografou um gato em extinção. Trata-se do Gato Mourisco, também conhecido como Gato “Moro”.

Mourisco deriva da palavra “Mouro”, nome dado aos espanhóis muçulmanos batizados depois da política pragmática dos Reis Católicos, de 14 de Fevereiro de 1502.

Mourisco é um gato de rabo grande.

Não deixa de ser curioso que, sendo “gato” e tendo “rabo grande”, também seja conhecido por “Moro”, nome do famoso juiz que persegue corruptos.

1 Comment

1 Comment

  1. João M.

    05/06/18 at 20:14

    Pobre animal, se um dia resolver atravessar a rodovia; irá se deparar com um desses boçais motoristas de possantes caminhonetes, que dirigem a 150 km/h e acham que podem atropelar a tudo e a todos, sem piedade nem compaixão pela vida dos indefesos animais; só lhes interessa mostrar seu “poder” ao volante de um dos símbolos da prepotência, tal qual os “valentes” caçadores empunhando rifles e espingardas e ceifando vidas que não tem armas para se defender da covardia humana.

Deixe uma resposta para João M. Cancelar resposta

Especial

Paula assina termo cedendo área pública no Parque Una para construção da Câmara

Publicado

on

Prefeita Paula Mascarenhas e presidente da Câmara, vereador Cristiano Silva, ambos do PSDB, assinaram há pouco um termo de compromisso em que o Município se compromete a ceder à Câmara a área institucional do bairro Parque Una para construção da sede próprio da Câmara.

Silva apresentou esboços ilustrativos de como poderá ser o projeto do prédio. Não são os projetos definitivos, apenas esboços. O projeto arquitetônico será escolhido em concurso que pagará R$ 100 mil ao autor da ideia vencedora.

Continue Reading

Brasil & Mundo

Disparos em shopping deixam dois mortos e quatro feridos

O tiroteio terminou com o único suspeito sob custódia

Publicado

on

Duas pessoas morreram e quatro, incluindo um policial, ficaram feridas nessa segunda-feira (25) por disparos em um shopping de Boise, no estado norte-americano de Idaho. O tiroteio terminou com o único suspeito sob custódia, disseram autoridades.

Os detalhes do incidente ainda eram escassos, mas o chefe de polícia de Boise, Ryan Lee, disse a repórteres que a polícia reagiu a relatos de disparos no Boise Towne Square pouco antes das 14h locais.

Os policiais que chegaram ao local “encontraram um indivíduo que correspondia à descrição do suspeito”, o que levou a uma troca de tiros com o agressor. Um policial ficou ferido e o atirador foi preso, disse Lee.

“Acreditamos que só havia um único atirador envolvido, e não existe ameaça à comunidade como um todo”, disse Lee.

Nenhuma informação sobre o suspeito foi fornecida, e nenhuma das vítimas foi identificada. Lee também não detalhou as circunstâncias do incidente, acrescentando: “Realmente não podemos, a esta altura, falar de qualquer motivação por trás disso”.

Joey Bernal, que estava no local, disse ao jornal Idaho Statesman que estava na praça de alimentação do shopping quando ouviu de cinco a oito tiros e que seguranças o escoltaram para fora do prédio antes de a polícia chegar.

O Boise Towne Square se localiza no extremo oeste da capital de Idaho e sua área metropolitana mais populosa, uma cidade de cerca de 250 mil habitantes.

Continue Reading

Cultura & entretenimento

Museu Diários do Isolamento lança exposição “Bordando Memórias”

A exposição tem como mote as atividades do grupo de bordadeiras “Doces Linhas”

Publicado

on

Nesta quinta-feira (28), às 19h, o Museu Diários do Isolamento (MuDI), da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), abrirá ao público a exposição “Bordando Memórias: Doces Linhas na pandemia”, uma parceria com o projeto de extensão Bordados e Memórias no Museu do Doce – Grupo Doce Linhas.

A exposição tem como mote as atividades do grupo de bordadeiras “Doces Linhas” como forma de superar o isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19.

O grupo de bordadeiras “Doces Linhas” teve início no ano de 2017, a partir de uma disciplina sobre o bordado oferecida pela Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI), projeto de extensão da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PREC/UFPel). A disciplina intitulada “Bordaduras – a vida bordada” transformou-se em um projeto de extensão realizado no Museu do Doce, e passou a chamar-se “Doces Linhas: Bordados no Museu do Doce”. Esse projeto reúne um grupo de mulheres, que uma vez por semana se encontravam no Museu para desenvolver os seus trabalhos de bordado. Com a pandemia, os encontros deixaram de ser presenciais, mas o grupo continuou a se encontrar de forma virtual e encontrou nessa atividade uma forma de superar o isolamento social imposto pela pandemia de Covid-19.

Na exposição o público vai conhecer o histórico do grupo, as pessoas que o compõem e as ações de solidariedade desenvolvidas antes e durante a pandemia. O acesso será pelo site do MuDI.

Continue Reading

Em alta