Van Hattem e Mateus Bandeira criticam Eduardo Leite: “Ele pratica os mesmos métodos de fisiologismo e populismo. Uma pena”

Deputado estadual Marcel Van Hattem, do Novo, e Mateus Bandeira, pré-candidato do Novo ao governo gaúcho, criticaram a postura do presidente do PSDB do RS e pré-candidato ao governo do estado, Eduardo Leite, por orientar a bancada dos tucanos na Assembleia Legislativa a votar contra a realização do plebiscito nas eleições de outubro, para que os gaúchos se manifestassem contra ou a favor das privatizações das estatais gaúchas.

Van Hattem disse:

“Preciso desabafar. Eduardo Leite vinha se vendendo como a renovação. Uma pessoa que ia fazer a diferença. Mas, pelo que vimos na mídia, orientou a bancada do PSDB a votar contra o plebiscito, alegando que ‘isso’ não era coisa para se debater nas eleições. Para isso, se juntou com a esquerda – PT, PCdoB e PSOL, além do PTB, para enterrar o plebiscito. Uma vergonha”.

Mateus Bandeira disse:

“O PSDB fala que vai defender a privatização, mas apenas por um oportunismo eleitoreiro sem limites.

O PSDB, é bom lembrar, governou com Sartori por três anos, até ontem, com ‘porteira fechada’ na Secretaria de Minas e Energia, presidiu a CEEE e produziu um rombo de R$ 1,1 bilhão, uma conta que ficou para os gaúchos, e agora tiraram dos gaúchos o direito de decidir sobre as privatizações.

Eduardo leite é um jovem com a convicção da velha política. Pratica os mesmos métodos de fisiologismo e populismo. Uma pena”.

Share:

Author: Da Redação

Deixe uma resposta