O real motivo de Leite e tucanos terem sido contra plebiscito sobre privatizações

É uma desculpa absolutamente esfarrapada a do pré-candidato a governador pelo PSDB, Eduardo Leite, e a dos tucanos, de alegar que o povo votaria contra as privatizações neste ano (por terem sido contra o plebiscito sobre privatização das estatais gaúchas).

Primeiro, porque é arrogante.

Lembram do estatuto do desarmamento?

As pesquisas diziam que daria 80% a 20% ou algo assim a favor do desarmamento e, quando começou a campanha, os números simplesmente VIRARAM.

Basta ter convicção e ir pra cima, defender a redução das mamatas e dos privilégios com CONVICÇÃO que o povo vai entender.

Ou você acha que o cidadão prefere ter uma CEEE deficitária do que policial na rua? Ou uma Companhia de Mineração em vez de remédios no posto? Duvido!

Em segundo lugar, porque o PSDB integrou o governo até pouco tempo atrás e sabe que a privatização da CEEE tem pressa, ou mais um bilhão de reais será RASGADO só neste ano e a empresa pode perder a concessão e aí não valer mais nada.

O secretário de Minas e Energia, responsável pela CEEE, era justamente o deputado Lucas Redecker, que sempre muito respeitei e considero, mas que ontem votou CONTRA a realização de plebiscito. Sinceramente, não dá para entender.

E, em terceiro lugar, porque esse argumento de que “a privatização estaria em risco se debatida nas eleições” esconde o real motivo para o PSDB ter votado com a oposição, junto com petistas e comunistas: ficou com medo de dar palanque ao Sartori (PMDB) e ao Mateus Bandeira (Novo).

Medo e interesse eleitoral

Ao Sartori porque ele defenderia o que já vem fazendo no seu governo, mesmo sem toda a convicção ideológica: botar as contas em ordem e privatizar; e ao Mateus Bandeira porque ele é o único pré-candidato que defende um Estado menor por convicção e com sólidos argumentos. Dá banho em qualquer debate sobre o tema.

Ou seja, Eduardo Leite e o PSDB colocaram seus interesses eleitorais imediatos ACIMA dos interesses dos gaúchos. Desmoralização total. Velha política total.

Não dá para não me pronunciar porque eu também me sinto traído, depois de três anos na Assembleia fazendo de TUDO para colocar as contas do governo em dia, sofrendo desgaste com salários parcelados de professores e policiais, enfrentando os sindicatos e a esquerda que não permitiam que a privatização e os plebiscitos ocorressem…

… e aí vêm o Eduardo Leite e o PSDB contrariar tudo o que diziam defender nos últimos três anos e deixar com o pincel na mão quem está tentando promover reformas importantes no Estado e aliando-se à escória política gaúcha: PT, PCdoB, PDT e PSOL.

É o fim da picada.

E nós pagando a conta!!!

Share:

Author: Da Redação

Deixe uma resposta