Como funcionará o árbitro de vídeo na Copa

O Árbitro de Vídeo (VAR, na sigla em inglês) estreará em Copas do Mundo nesta edição russa, que começa amanhã. A cada jogo, quatro árbitros atuarão como VAR dentro de uma sala, registra O Globo.

Em caso de dúvida, o árbitro de campo se comunica com os assistentes de vídeo através de um fone de ouvido e da sinalização com as mãos. O pedido de esclarecimento só pode ser feito para lances de gol, cartão vermelho, identificação errada de jogador punido e marcação de pênaltis.

Caberá ao VAR-1, responsável por comunicar ao árbitro de campo quando erros claros forem detectados, a checagem tanto da transmissão aberta do jogo, a mesma que os telespectadores recebem em casa, quanto das câmeras auxiliares.

Nos monitores ao seu lado, três outros membros da equipe do VAR darão suporte em situações específicas. O Assistente de Vídeo principal (A-VAR 1) assume o monitoramento do jogo toda vez que o VAR 1 estiver ocupado na revisão de algum lance. O Bandeirinha de Vídeo (A-VAR 2) fica dedicado exclusivamente a lances de impedimento.

O Back-up da equipe (A-VAR 3) monitora o trabalho dos demais e fica a postos em caso de necessidade. Todos os quatro membros ainda serão acompanhados por um assistente de operação, que dará suporte no manuseio dos vídeos. No centro, a sala do VAR tem uma plataforma com microfone.

“É ali que o árbitro de vídeo fará conexão com seu colega em campo, que poderá simplesmente acatar o conselho ou pedir para ver o lance com seus próprios olhos, num monitor posicionado à beira do gramado de cada um dos 12 estádios da Copa.”

Share:

Author: Da Redação

Obrigado por participar.