Deixar de fazer 99% dos exames Papanicolau seria macabro demais

Pode ser que as denúncias de irregularidades nos exames preventivos de câncer do útero no sistema municipal de saúde sejam procedentes. Pode ser que não sejam. Ainda é cedo para ter certeza de algo.

Denúncia anônima publicada em jornais impressos diz que a cada lote de 500 pedidos de exame o laboratório SEG (Serviço Especializado em Ginecologia), contratado da prefeitura, estaria fazendo apenas cinco exames – por amostragem aleatória – e aplicando os resultados a todos os demais. E que isso estaria ocorrendo há seis anos.

Não parece possível que o laboratório tenha deixado de realizar 99% dos exames. Considerando essa quantidade, além de macabro, seria uma estupidez; logo alguém descobriria.

A advogada da empresa diz que o laboratório é inocente e quer vai colaborar com o Ministério Público e com as autoridades para esclarecer os fatos e provar que as denúncias não tem cabimento.

Author: Da Redação

Deixe uma resposta