Connect with us

Brasil e mundo

Os presidenciáveis e suas alianças

Publicado

on

Estamos na iminência do início do período eleitoral. Com isso, as candidaturas começam a oficializar seus parceiros, suas alianças e suas coligações majoritárias.

Jair Bolsonaro convidou a professora de Direito da USP, Janaína Paschoal, para ser sua vice. Ela o defende discretamente, mas faz ponderações públicas e inclusive críticas ao escopo de idéias reacionárias envolvendo a candidatura.

A professora foi entusiasta e proponente do pedido de impeachment de Dilma e vem se destacando por defender posições conservadoras com algum grau de eloquência, superior às manifestações quase sempre toscas de seu candidato presidencial. Foi convidada por ele no intuito de prestar algum grau de credibilidade ao Bolsonaro, o que não lhe está sendo tarefa fácil.

No evento em que foi recebida pelos militantes do PSL, um dos filhos de Bolsonaro comparou ela com o Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, famigerado torturador do DOPS da época da ditadura, o que não foi bem recebido por ela – felizmente. Tudo indica que ela será oficializada como vice de Bolsonaro, apesar de alguns ruídos em sua relação com ele. Da mesma forma, tudo indica que o PSL, de Bolsonaro, irá concorrer sozinho nacionalmente, o que resultará em apenas poucos segundos para o seu programa de TV.

Ciro Gomes acumula duas frustrações, a de não ter conseguido firmar acordo com o centrão, que acabou optando por Alckmin, e a de não conseguir firmar aliança com o PSB – partido deste que vos escreve, diga-se de passagem – em razão do assédio e de acordos firmados entre o PSB de alguns estados com o PT, que incidiu para que o PSB se declare neutro nacionalmente, sem fornecer o tempo de TV ao Ciro Gomes.

Ciro sente-se naturalmente traído pelo PT, até mesmo porque queimou gratuitamente boa parte de seu capital político defendendo que Lula e o PT são vítimas de uma perseguição – tese que não se sustenta para boa parte de seus potenciais eleitores. Por ora, Ciro foi vítima do “veneno hegemonista” do PT, mesmo já tendo manifestado inúmeras vezes que sempre percebeu esse tipo de comportamento vindo do PT.

Para ingênuo Ciro não serve; e se servisse isto lhe retiraria credibilidade de igual forma, pois o embate político será naturalmente duro, sobretudo no atual cenário. Este acúmulo de frustrações lhe enfraquece neste momento de prenúncio de início do período eleitoral, que inicia em 16 de agosto.

Publicidade

Geraldo Alckmin será o candidato com maior tempo de TV, pois terá apoio de um bloco de partidos de centro-direita que funcionam à base do velho jogo político. Alckmin terá cerca de 40% do tempo total de TV destinado aos presidenciáveis, pois terá a maior coligação.

Em sua última entrevista dada à Globonews, defendeu privatizações e cogitou publicamente a extinção do Ministério do Trabalho e Emprego, sem dizer qual pasta sucederia as inúmeras atribuições executadas hoje por esta (tais como emissão da carteira de trabalho ou da carta sindical).

Ana Amélia Lemos, senadora gaúcha pelo PP, foi confirmada como sua vice, embora tenha de resolver um impasse partidário envolvendo o até então pré-candidato a governador do Rio Grande do Sul pelo seu partido, Luis Carlos Heinze.

Marina Silva sela aliança com o Partido Verde, partido com plataforma muito semelhante à da Rede, tendo Eduardo Jorge como seu vice – ex-candidato presidencial nas eleições de 2014. Tudo indica que Marina que não ampliará seu rol de partidos coligados, nacionalmente. A aliança da Rede com o PV será, talvez, a aliança mais coerente e programática desta eleição, ainda que estejamos tratando de duas siglas relativamente pequenas, porém com idéias à frente de nosso tempo.

√ Lucas Fuhr é advogado e sociólogo

2 Comments

2 Comments

  1. LUCAS FUHR

    06/08/18 at 21:46

    Caro Djalma Filho, reacionário no meu entender é quem tem um desejo de regresso social, uma nostalgia de um passado conservador que não volta mais. Que se opõe ao progressismo, aos “avanços sociais” (ainda que este conceito seja bastante genérico). Os defensores da monarquia na frança no contexto do Iluminismo eram reacionários, por exemplo. Quem não aceita que o Brasil retomou a democracia desde os anos 80, e deseja o regresso à ditadura, é reacionário, no meu ponto de vista. Agradeço a pergunta.

  2. Djalma Cerezini Filho

    04/08/18 at 17:08

    O que é reacionário em sua opinião?

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Brasil e mundo

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Publicado

on

Candidatos à Presidência da República, aos governos dos estados e aos cargos de senador, deputado federal, estadual e distrital saem, a partir de hoje (16), em busca dos votos de 156,4 milhões de eleitores aptos a exercer o direito ao voto nas eleições de outubro. 

Pela legislação eleitoral, os candidatos estão autorizados a fazer caminhadas, carreatas com carro de som e a distribuir material de campanha até as 22h. A campanha vai até 1º de outubro, um dia antes do primeiro turno.

Os comícios poderão ser realizados entre as 8h e a meia-noite, horário que poderá ser prorrogado por mais duas horas no caso de encerramento de campanha. Showmícios gratuitos são proibidos por lei. 

Na internet, a propaganda eleitoral pode ser feita em sites e redes sociais, mas deve ser identificada como publicidade e exibir o nome do candidato, partido, coligação ou federação. A propaganda por meio de telemarketing também é proibida. 

O impulsionamento de conteúdo por apoiadores é proibido. O disparo de mensagens só pode ser feito aos eleitores que se cadastrarem voluntariamente para recebê-las. 

O primeiro turno será realizado no dia 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno  para a disputa presidencial e aos governos estaduais será em 30 de outubro. 

Publicidade
Continue Reading

Brasil e mundo

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Publicado

on

 Petrobras vai reduzir amanhã (16) o preço de venda da gasolina A para as distribuidoras de combustível em R$ 0,18. O reajuste foi informado no início da tarde de hoje (15) pela estatal.

Com a redução, o litro da gasolina vendido pela Petrobras deixará de custar R$ 3,71 e passará a custar R$ 3,53, em uma queda de cerca de 4,8%. 

A empresa afirma que “a redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.

Como a gasolina vendida nos postos de combustível recebe mistura obrigatória de 27% de etanol anidro, a Petrobras calcula que a sua parcela no custo final da gasolina paga pelos motoristas passará a ser de R$ 2,57 para cada litro.

Continue Reading

Brasil e mundo

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Publicado

on

Termina na próxima quinta-feira (18), o prazo para os eleitores que não estiverem no seu domicílio eleitoral no dia da votação, no primeiro turno, em 2 de outubro; e, em caso de segundo turno, no dia 30 de outubro, solicitarem o voto em trânsito.

O requerimento para votar em trânsito precisa ser feito presencialmente, em qualquer cartório eleitoral, sem necessidade de agendamento. É possível solicitar o voto em trânsito para o primeiro, o segundo ou ambos os turnos.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o voto em trânsito vale apenas para o cargo de presidente da República, quando a eleitora ou eleitor indicar uma cidade localizada em outra unidade da Federação diferente da do município do seu domicílio eleitoral.

“Podem votar nos cargos de deputado federal, deputado estadual, senador, governador e presidente da República apenas eleitoras e eleitores que indicarem para o voto em trânsito um município que esteja localizado na mesma unidade da Federação do seu domicílio eleitoral”, diz ainda o TSE.

O pedido para votar em trânsito só pode ser feito para as capitais e cidades com eleitorado igual ou superior a 100 mil pessoas. É possível consultar os locais habilitados a receber o voto em trânsito no site do TSE. Não é possível indicar municípios em outros países para o voto em trânsito.

Eleitores, com o título de eleitor cadastrado no exterior, poderão votar em trânsito se estiverem em viagem ao Brasil. Para isso, devem indicar o município onde estarão no dia da votação. Nesses casos, só poderão votar exclusivamente em candidatas e candidatos a presidente da República.

“O voto em trânsito funciona como uma transferência temporária de domicílio eleitoral. A habilitação para votar em trânsito não transfere ou altera quaisquer dados da inscrição eleitoral. Após as eleições, a vinculação do eleitor com a seção de origem é restabelecida automaticamente”, informa o TSE.

Publicidade
Continue Reading
Brasil e mundo3 dias atrás

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Eleições 20226 dias atrás

A carta de filiação que leu Pedro Hallal em sua filiação ao PT

Cultura e diversão5 dias atrás

Em livro, Mateus Bandeira conta sua ‘aventura’ como candidato a governador do RS, em 2018

Pelotas e RS1 semana atrás

Hallal se filia ao PT nesta quarta

Pelotas e RS5 dias atrás

Projeto de extensão do IFSul promove aulas preparatórias para o Enem

Brasil e mundo5 dias atrás

Petrobras reduz preços de venda de diesel para as distribuidoras

Especial6 dias atrás

Pais necessários

Brasil e mundo5 dias atrás

Conab estima safra de grãos em 271,4 milhões de toneladas em 2021/22

Brasil e mundo1 semana atrás

O tempo de tevê dos presidenciáveis

Brasil e mundo7 dias atrás

Revogado decreto que regulamenta profissão de corretor de imóveis

Especial2 dias atrás

A câmera escondida na Secretaria de Trânsito

Cultura e diversão3 dias atrás

Um dia engraçado

Brasil e mundo1 semana atrás

Dólar cai para R$ 5,11 e fecha no menor nível em sete semanas

Pandemia1 semana atrás

Mutirão de vacinação nas escolas será a partir de quarta-feira

Brasil e mundo1 dia atrás

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Brasil e mundo16 horas atrás

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Brasil e mundo1 semana atrás

MEC divulga hoje resultado da 1ª chamada do ProUni 2022/2

Brasil e mundo1 semana atrás

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago nesta terça-feira

Brasil e mundo16 horas atrás

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Brasil e mundo1 dia atrás

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Especial2 dias atrás

A câmera escondida na Secretaria de Trânsito

Brasil e mundo3 dias atrás

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Cultura e diversão3 dias atrás

Um dia engraçado

Cultura e diversão5 dias atrás

Em livro, Mateus Bandeira conta sua ‘aventura’ como candidato a governador do RS, em 2018

Pelotas e RS5 dias atrás

Projeto de extensão do IFSul promove aulas preparatórias para o Enem

Brasil e mundo5 dias atrás

Petrobras reduz preços de venda de diesel para as distribuidoras

Brasil e mundo5 dias atrás

Conab estima safra de grãos em 271,4 milhões de toneladas em 2021/22

Especial6 dias atrás

Pais necessários

Eleições 20226 dias atrás

A carta de filiação que leu Pedro Hallal em sua filiação ao PT

Brasil e mundo7 dias atrás

Revogado decreto que regulamenta profissão de corretor de imóveis

Pelotas e RS1 semana atrás

Hallal se filia ao PT nesta quarta

Brasil e mundo1 semana atrás

MEC divulga hoje resultado da 1ª chamada do ProUni 2022/2

Pandemia1 semana atrás

Mutirão de vacinação nas escolas será a partir de quarta-feira

Brasil e mundo1 semana atrás

O tempo de tevê dos presidenciáveis

Brasil e mundo1 semana atrás

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago nesta terça-feira

Brasil e mundo1 semana atrás

Dólar cai para R$ 5,11 e fecha no menor nível em sete semanas

Cultura e diversão1 semana atrás

O TELEFONE PRETO. (Por Déborah Schmidt)

Brasil e mundo2 semanas atrás

Câmara aprova projeto que cria norma geral para concursos públicos

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em alta