Connect with us

Brasil e mundo

Por que Bolsonaro pode chegar ao Planalto

Publicado

on

A cientista social Esther Solano Gallego, das universidades Federal de São Paulo e Complutense de Madri, dedicou-se a conhecer o pensamento e as demandas de um grupo heterogêneo de admiradores de Bolsonaro.

Esther Solano

As conclusões de Esther Solano revelam motivações profundas para o voto em Jair Bolsonaro. Ei-las:

1. Bolsonaro representa o tipo de político honesto em contraposição à “classe política corrupta” – ocuparia, assim, o espaço vazio do “outsider” que, não por acaso, a direita desta vez não conseguiu emplacar (só o instituto de pesquisas Vox Populi testou 15 desses nomes apenas em 2018).

2. Sua retórica do “bandido bom é bandido morto” encontra respaldo na visão de que o “cidadão de bem” é uma vítima abandonada, enquanto o criminoso está superprotegido pelo Estado. A segurança pública é “fixação” plenamente justificada, diga-se, pelo recorde de 62,5 mil homicídios registrados no País em 2016 (estes são os últimos dados disponíveis).

3. O bolsa Família e as cotas raciais universitárias são negativos, por fomentar a preguiça e o parasita do Estado. O self-made man é o modelo de sucesso.

4. O Movimento Negro, o Feminista e o LGBT representam grupos que sofrem preconceito, mas que se vitimizam em excesso, a fim de obter regalias – ao passo que seriam, também, indutores do “caos” que desestrutura a “família-padrão”.

5. Os jovens identificam Bolsonaro como rebelde. É uma opção política que se comunica com eles e se contrapõe ao sistema. “Se, nos anos 1970, ser rebelde era ser de esquerda”, explica Solano, “agora, para muitos desses jovens, é votar nesta nova direita que se apresenta de uma forma cool, disfarçando seu discurso de ódio em forma de memes e vídeos divertidos.”

6. Vários dos entrevistados que votam agora em Bolsonaro votaram antes no PT, em especial nos mandatos de Lula. Justificaram a escolha do petista com argumentos muitos parecidos aos que explicam o voto atual na ultradireita: a proximidade com o povo, o carisma e a honestidade. Que, no caso de Lula, se teriam perdido.

Publicidade

“Bolsonaro vem do povo, da Zona Norte carioca, da Zona Leste de São Paulo, da classe média antiga de Belo Horizonte e Porto Alegre”, confere o presidente da Vox Populi e colunista de CartaCapital, Marcos Coimbra. “Ele fala errado, diz bobagens, e o povo se vê representado.”

Além dessa classe média tradicional, que divide com o militar da reserva as mesmas ideias conservadoras a respeito de temas do comportamento, sua base eleitoral abarca ainda a classe média alta do interior do País, aquela “de chapéu e caminhonete” que, em viagem no tempo, desembarcou há pouco na Guerra Fria. “São homens jovens de renda alta que, se pudessem, matavam todos os comunistas.”

A pouco mais de dois meses das eleições, é prudente não contar com o esfarinhamento da candidatura Bolsonaro. Há pelo menos três anos ela se constrói no vácuo da tradicional arrogância da própria direita – que, tendo operado o golpe, se achou na condição de fabricar seu candidato, mas, ao que indicam as pesquisas, a linha de produção não conseguiu passar pelo controle de qualidade do eleitor.

Apesar de um Alckmin posto à venda como redivivo pelo abraço do Centrão, o fato é que, diz Coimbra, “parece não haver espaço entre a vida que melhorou com Lula e Dilma e a direita chucra que se impôs”. Assim um segundo turno pode mesmo cair no colo do capeta.

O deus da direita tradicional, chamado O Mercado, captara os sinais do apocalipse e já se vinha preparando para o exercício daquilo que em nada trai sua crença ou história: tá no inferno, abraça o Bolsonaro.

Dessa forma, em meados do mês passado, o candidato que faz do economista neoliberal Paulo Guedes o seu “Posto Ipiranga”, foi aplaudido 12 vezes por empresários em evento com presidenciáveis na Confederação Nacional das Indústrias (CNI). 

Dois dias depois, O Mercado pronunciou-se em mensagem psicografada no Twitter por um dos maiores gestores de investimentos do Brasil, Henrique Bredda, da Alaska, que havia acabado de se ver com Bolsonaro: “Tivemos excelentes impressões até agora. Desmistificou muita bobagem que temos lido por aí. Podem descartar 80%, 90% do que andam escrevendo”.

A esta altura, a estratégia de Bolsonaro para vencer a esquerda em um provável segundo turno conta com o voo de galinha de Geraldo Alckmin; classificado à finalíssima, espera a bênção de O Mercado e, por conseguinte, da própria direita tradicional. (Publicado originalmente em Carta Capital).

Publicidade

1 Comment

1 Comment

  1. Jesús Buenas

    10/08/18 at 15:23

    A mais perfeita análise que li até o momento

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Brasil e mundo

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Publicado

on

Candidatos à Presidência da República, aos governos dos estados e aos cargos de senador, deputado federal, estadual e distrital saem, a partir de hoje (16), em busca dos votos de 156,4 milhões de eleitores aptos a exercer o direito ao voto nas eleições de outubro. 

Pela legislação eleitoral, os candidatos estão autorizados a fazer caminhadas, carreatas com carro de som e a distribuir material de campanha até as 22h. A campanha vai até 1º de outubro, um dia antes do primeiro turno.

Os comícios poderão ser realizados entre as 8h e a meia-noite, horário que poderá ser prorrogado por mais duas horas no caso de encerramento de campanha. Showmícios gratuitos são proibidos por lei. 

Na internet, a propaganda eleitoral pode ser feita em sites e redes sociais, mas deve ser identificada como publicidade e exibir o nome do candidato, partido, coligação ou federação. A propaganda por meio de telemarketing também é proibida. 

O impulsionamento de conteúdo por apoiadores é proibido. O disparo de mensagens só pode ser feito aos eleitores que se cadastrarem voluntariamente para recebê-las. 

O primeiro turno será realizado no dia 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno  para a disputa presidencial e aos governos estaduais será em 30 de outubro. 

Publicidade
Continue Reading

Brasil e mundo

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Publicado

on

 Petrobras vai reduzir amanhã (16) o preço de venda da gasolina A para as distribuidoras de combustível em R$ 0,18. O reajuste foi informado no início da tarde de hoje (15) pela estatal.

Com a redução, o litro da gasolina vendido pela Petrobras deixará de custar R$ 3,71 e passará a custar R$ 3,53, em uma queda de cerca de 4,8%. 

A empresa afirma que “a redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.

Como a gasolina vendida nos postos de combustível recebe mistura obrigatória de 27% de etanol anidro, a Petrobras calcula que a sua parcela no custo final da gasolina paga pelos motoristas passará a ser de R$ 2,57 para cada litro.

Continue Reading

Brasil e mundo

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Publicado

on

Termina na próxima quinta-feira (18), o prazo para os eleitores que não estiverem no seu domicílio eleitoral no dia da votação, no primeiro turno, em 2 de outubro; e, em caso de segundo turno, no dia 30 de outubro, solicitarem o voto em trânsito.

O requerimento para votar em trânsito precisa ser feito presencialmente, em qualquer cartório eleitoral, sem necessidade de agendamento. É possível solicitar o voto em trânsito para o primeiro, o segundo ou ambos os turnos.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o voto em trânsito vale apenas para o cargo de presidente da República, quando a eleitora ou eleitor indicar uma cidade localizada em outra unidade da Federação diferente da do município do seu domicílio eleitoral.

“Podem votar nos cargos de deputado federal, deputado estadual, senador, governador e presidente da República apenas eleitoras e eleitores que indicarem para o voto em trânsito um município que esteja localizado na mesma unidade da Federação do seu domicílio eleitoral”, diz ainda o TSE.

O pedido para votar em trânsito só pode ser feito para as capitais e cidades com eleitorado igual ou superior a 100 mil pessoas. É possível consultar os locais habilitados a receber o voto em trânsito no site do TSE. Não é possível indicar municípios em outros países para o voto em trânsito.

Eleitores, com o título de eleitor cadastrado no exterior, poderão votar em trânsito se estiverem em viagem ao Brasil. Para isso, devem indicar o município onde estarão no dia da votação. Nesses casos, só poderão votar exclusivamente em candidatas e candidatos a presidente da República.

“O voto em trânsito funciona como uma transferência temporária de domicílio eleitoral. A habilitação para votar em trânsito não transfere ou altera quaisquer dados da inscrição eleitoral. Após as eleições, a vinculação do eleitor com a seção de origem é restabelecida automaticamente”, informa o TSE.

Publicidade
Continue Reading
Brasil e mundo3 dias atrás

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Eleições 20227 dias atrás

A carta de filiação que leu Pedro Hallal em sua filiação ao PT

Cultura e diversão5 dias atrás

Em livro, Mateus Bandeira conta sua ‘aventura’ como candidato a governador do RS, em 2018

Pelotas e RS1 semana atrás

Hallal se filia ao PT nesta quarta

Pelotas e RS6 dias atrás

Projeto de extensão do IFSul promove aulas preparatórias para o Enem

Brasil e mundo6 dias atrás

Petrobras reduz preços de venda de diesel para as distribuidoras

Especial6 dias atrás

Pais necessários

Brasil e mundo6 dias atrás

Conab estima safra de grãos em 271,4 milhões de toneladas em 2021/22

Brasil e mundo1 semana atrás

O tempo de tevê dos presidenciáveis

Brasil e mundo7 dias atrás

Revogado decreto que regulamenta profissão de corretor de imóveis

Especial2 dias atrás

A câmera escondida na Secretaria de Trânsito

Cultura e diversão4 dias atrás

Um dia engraçado

Brasil e mundo1 semana atrás

Dólar cai para R$ 5,11 e fecha no menor nível em sete semanas

Brasil e mundo19 horas atrás

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Pandemia1 semana atrás

Mutirão de vacinação nas escolas será a partir de quarta-feira

Brasil e mundo1 dia atrás

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Brasil e mundo1 semana atrás

MEC divulga hoje resultado da 1ª chamada do ProUni 2022/2

Brasil e mundo1 semana atrás

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago nesta terça-feira

Brasil e mundo19 horas atrás

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Brasil e mundo1 dia atrás

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Especial2 dias atrás

A câmera escondida na Secretaria de Trânsito

Brasil e mundo3 dias atrás

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Cultura e diversão4 dias atrás

Um dia engraçado

Cultura e diversão5 dias atrás

Em livro, Mateus Bandeira conta sua ‘aventura’ como candidato a governador do RS, em 2018

Pelotas e RS6 dias atrás

Projeto de extensão do IFSul promove aulas preparatórias para o Enem

Brasil e mundo6 dias atrás

Petrobras reduz preços de venda de diesel para as distribuidoras

Brasil e mundo6 dias atrás

Conab estima safra de grãos em 271,4 milhões de toneladas em 2021/22

Especial6 dias atrás

Pais necessários

Eleições 20227 dias atrás

A carta de filiação que leu Pedro Hallal em sua filiação ao PT

Brasil e mundo7 dias atrás

Revogado decreto que regulamenta profissão de corretor de imóveis

Pelotas e RS1 semana atrás

Hallal se filia ao PT nesta quarta

Brasil e mundo1 semana atrás

MEC divulga hoje resultado da 1ª chamada do ProUni 2022/2

Pandemia1 semana atrás

Mutirão de vacinação nas escolas será a partir de quarta-feira

Brasil e mundo1 semana atrás

O tempo de tevê dos presidenciáveis

Brasil e mundo1 semana atrás

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago nesta terça-feira

Brasil e mundo1 semana atrás

Dólar cai para R$ 5,11 e fecha no menor nível em sete semanas

Cultura e diversão2 semanas atrás

O TELEFONE PRETO. (Por Déborah Schmidt)

Brasil e mundo2 semanas atrás

Câmara aprova projeto que cria norma geral para concursos públicos

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em alta