Connect with us

Brasil e mundo

Um palpite sobre o crescimento do partido Novo

Publicado

on

Eu costumava me deixar levar pelas emoções de uma campanha eleitoral. Uma vez, entrevistando um executivo de um cassino de Las Vegas, pedi um “conselho para os jogadores”. Ele respondeu: “Jogue com a cabeça, não com os pés”. Pois eu votava então com o coração, não com a cabeça.
 
Votei duas vezes no Lula por vingança social, achando que repararia injustiças seculares. Era uma coisa da época, não só do termo etário, mas “daquele tempo”.
 
Hoje em dia os brasileiros parecem não votar mais por vingança. A esperança venceu o medo no jogo de ida, mas vem perdendo o jogo de volta. O brasileiro parece (será?) estar estendendo que não há vingadores que sustentem uma causa; de que, enfim, não é a emoção que resolve as coisas.
 
“Não se resolve as coisas à bala”, lembrou ainda, outro dia, um comercial da campanha do Dr. Alckmin (fornecedor de bolo açaí para convalescentes de câncer, em comercial que busca seduzir pela emoção), com recado para Bolsonaro. Não é mesmo à bala que se resolvem as coisas. Na política, elas vêm sendo resolvidas com Ministério Público no cangote.
 
Aliás, nesta quarta-feira (5), o próprio Alckmin foi denunciado por improbidade. Os procuradores detectaram irregularidades nas campanhas do tucano em 2010 e 2014, quando foi eleito para governar São Paulo, e pedem a cassação de seus direitos políticos. A acusação aponta que o humilde e bom entregador de bolo de açaí teria recebido R$ 10 milhões da Odebrecht, via caixa 2, para as campanhas de 2010 e 2014, e mais R$ 8,3 milhões não declarados à Justiça.
 
Hoje em dia o PSDB se reduziu a um espelho do PT. Se em vez do PT, tivessem sido 13 anos de PSDB em Brasília, os escândalos teriam outros protagonistas, bico doce petista, bico longo tucano, mas sempre um bico, uma chupeta ou um duto. É uma questão de escala, como relembra a denuncia do MP contra Alckmin em nível estadual.
 
Eu sei muito bem que tucanos, em quem cheguei também a votar, são iguais aos petistas no modus operandi: eles se aliam a qualquer um que lhes garanta maiores espaços de propaganda e poder, pagando o apoio com cargos de indicação política, cujos danos estamos pelados de saber, inclusive em Pelotas, pelo que acontece por ex., no precário Sanep, cuja folha foi onerada em mais de R$ 2 milhões anuais, no governo atual, com a criação de 17 cargos de confiança destinados a alojar os amigos do PTB.
 
Eis mais uma vergonha pela qual já não se envergonham (o PTB ocupa a vaga de vice do candidato tucano ao Piratini).
 
Cansada da falta de princípios, da ausência de nitidez das ideologias partidárias, muita gente, presumo, tem claro que os partidos convencionais não passam de uns “conversadores”. Uns tipos que, de costas para a realidade, insistem, por exemplo, na triste mania de fazer campanhas calcadas no apelo infantil da emoção, não na razão.
 
Não à toa, creio, candidatos do partido Novo vêm crescendo “apesar” de sua ideologia claramente liberal (de liberdade econômica padrão americano de Estado menor) ser vista como ave rara no Brasil. Talvez a aceitação venha ocorrendo, talvez, porque não há neles qualquer resquício de intenção de fazer o eleitor chorar por uma emoção barata, nenhuma emoção. Nesse caso, o brasileiro estaria se dando conta de que esse caminho não funciona. É uma possibilidade.
 
As intervenções dos candidatos do Novo atendem exclusivamente à razão, como fazem João Amoêdo, candidato ao Planalto, e Mateus Bandeira, postulante ao Piratini. Não que não haja emoção presente. A diferença que vejo no Novo é que, nesse partido, assim como as ideias precedem os candidatos, a razão prevalece sobre a emoção, o que, por si, é algo a aplaudir e reconhecer num País onde os políticos gostam tanto de mentiras convenientes.
 
Os candidatos do Novo falam a VERDADE, DOA A QUEM DOER. É o que eles dizem. Dizem também que a verdade, uma vez aplicada, vai doer mais em quem goza hoje de privilégios, em benefício do conjunto da população.
 
Minha vaga impressão é de que o brasileiro pode estar começando a entender que, para ter um país verdadeiramente próspero e emancipado, precisa votar com a cabeça, não com o coração, muito menos com os pés.
 
Tipo assim: “Para se alcançar a magia na vida, não há mágica. Há muito trabalho pela frente”.
 
Com menos estado e impostos e maior liberdade econômica para empreender. Em resumo, sem o governo burocratizando e empatando a nossa vida. E sem roubar o nosso suado dinheiro. Será?

Jornalista. Editor do Amigos. Ex-funcionário do Senado Federal, do Ministério da Educação e do jornal Correio Braziliense. Prêmio Esso Regional Sul de Jornalismo. Top Blog. Autor do livro Drops de Menta.

Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Brasil e mundo

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Publicado

on

Candidatos à Presidência da República, aos governos dos estados e aos cargos de senador, deputado federal, estadual e distrital saem, a partir de hoje (16), em busca dos votos de 156,4 milhões de eleitores aptos a exercer o direito ao voto nas eleições de outubro. 

Pela legislação eleitoral, os candidatos estão autorizados a fazer caminhadas, carreatas com carro de som e a distribuir material de campanha até as 22h. A campanha vai até 1º de outubro, um dia antes do primeiro turno.

Os comícios poderão ser realizados entre as 8h e a meia-noite, horário que poderá ser prorrogado por mais duas horas no caso de encerramento de campanha. Showmícios gratuitos são proibidos por lei. 

Na internet, a propaganda eleitoral pode ser feita em sites e redes sociais, mas deve ser identificada como publicidade e exibir o nome do candidato, partido, coligação ou federação. A propaganda por meio de telemarketing também é proibida. 

O impulsionamento de conteúdo por apoiadores é proibido. O disparo de mensagens só pode ser feito aos eleitores que se cadastrarem voluntariamente para recebê-las. 

O primeiro turno será realizado no dia 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. Eventual segundo turno  para a disputa presidencial e aos governos estaduais será em 30 de outubro. 

Publicidade
Continue Reading

Brasil e mundo

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Publicado

on

 Petrobras vai reduzir amanhã (16) o preço de venda da gasolina A para as distribuidoras de combustível em R$ 0,18. O reajuste foi informado no início da tarde de hoje (15) pela estatal.

Com a redução, o litro da gasolina vendido pela Petrobras deixará de custar R$ 3,71 e passará a custar R$ 3,53, em uma queda de cerca de 4,8%. 

A empresa afirma que “a redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”.

Como a gasolina vendida nos postos de combustível recebe mistura obrigatória de 27% de etanol anidro, a Petrobras calcula que a sua parcela no custo final da gasolina paga pelos motoristas passará a ser de R$ 2,57 para cada litro.

Continue Reading

Brasil e mundo

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Publicado

on

Termina na próxima quinta-feira (18), o prazo para os eleitores que não estiverem no seu domicílio eleitoral no dia da votação, no primeiro turno, em 2 de outubro; e, em caso de segundo turno, no dia 30 de outubro, solicitarem o voto em trânsito.

O requerimento para votar em trânsito precisa ser feito presencialmente, em qualquer cartório eleitoral, sem necessidade de agendamento. É possível solicitar o voto em trânsito para o primeiro, o segundo ou ambos os turnos.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o voto em trânsito vale apenas para o cargo de presidente da República, quando a eleitora ou eleitor indicar uma cidade localizada em outra unidade da Federação diferente da do município do seu domicílio eleitoral.

“Podem votar nos cargos de deputado federal, deputado estadual, senador, governador e presidente da República apenas eleitoras e eleitores que indicarem para o voto em trânsito um município que esteja localizado na mesma unidade da Federação do seu domicílio eleitoral”, diz ainda o TSE.

O pedido para votar em trânsito só pode ser feito para as capitais e cidades com eleitorado igual ou superior a 100 mil pessoas. É possível consultar os locais habilitados a receber o voto em trânsito no site do TSE. Não é possível indicar municípios em outros países para o voto em trânsito.

Eleitores, com o título de eleitor cadastrado no exterior, poderão votar em trânsito se estiverem em viagem ao Brasil. Para isso, devem indicar o município onde estarão no dia da votação. Nesses casos, só poderão votar exclusivamente em candidatas e candidatos a presidente da República.

“O voto em trânsito funciona como uma transferência temporária de domicílio eleitoral. A habilitação para votar em trânsito não transfere ou altera quaisquer dados da inscrição eleitoral. Após as eleições, a vinculação do eleitor com a seção de origem é restabelecida automaticamente”, informa o TSE.

Publicidade
Continue Reading
Brasil e mundo3 dias atrás

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Eleições 20226 dias atrás

A carta de filiação que leu Pedro Hallal em sua filiação ao PT

Cultura e diversão5 dias atrás

Em livro, Mateus Bandeira conta sua ‘aventura’ como candidato a governador do RS, em 2018

Pelotas e RS1 semana atrás

Hallal se filia ao PT nesta quarta

Pelotas e RS6 dias atrás

Projeto de extensão do IFSul promove aulas preparatórias para o Enem

Brasil e mundo6 dias atrás

Petrobras reduz preços de venda de diesel para as distribuidoras

Especial6 dias atrás

Pais necessários

Brasil e mundo6 dias atrás

Conab estima safra de grãos em 271,4 milhões de toneladas em 2021/22

Brasil e mundo1 semana atrás

O tempo de tevê dos presidenciáveis

Brasil e mundo7 dias atrás

Revogado decreto que regulamenta profissão de corretor de imóveis

Especial2 dias atrás

A câmera escondida na Secretaria de Trânsito

Cultura e diversão3 dias atrás

Um dia engraçado

Brasil e mundo1 semana atrás

Dólar cai para R$ 5,11 e fecha no menor nível em sete semanas

Pandemia1 semana atrás

Mutirão de vacinação nas escolas será a partir de quarta-feira

Brasil e mundo17 horas atrás

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Brasil e mundo1 dia atrás

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Brasil e mundo1 semana atrás

MEC divulga hoje resultado da 1ª chamada do ProUni 2022/2

Brasil e mundo1 semana atrás

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago nesta terça-feira

Brasil e mundo17 horas atrás

Campanha eleitoral começa hoje nas ruas do país

Brasil e mundo1 dia atrás

Petrobras anuncia redução de R$ 0,18 na gasolina para distribuidoras

Especial2 dias atrás

A câmera escondida na Secretaria de Trânsito

Brasil e mundo3 dias atrás

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta-feira

Cultura e diversão3 dias atrás

Um dia engraçado

Cultura e diversão5 dias atrás

Em livro, Mateus Bandeira conta sua ‘aventura’ como candidato a governador do RS, em 2018

Pelotas e RS6 dias atrás

Projeto de extensão do IFSul promove aulas preparatórias para o Enem

Brasil e mundo6 dias atrás

Petrobras reduz preços de venda de diesel para as distribuidoras

Brasil e mundo6 dias atrás

Conab estima safra de grãos em 271,4 milhões de toneladas em 2021/22

Especial6 dias atrás

Pais necessários

Eleições 20226 dias atrás

A carta de filiação que leu Pedro Hallal em sua filiação ao PT

Brasil e mundo7 dias atrás

Revogado decreto que regulamenta profissão de corretor de imóveis

Pelotas e RS1 semana atrás

Hallal se filia ao PT nesta quarta

Brasil e mundo1 semana atrás

MEC divulga hoje resultado da 1ª chamada do ProUni 2022/2

Pandemia1 semana atrás

Mutirão de vacinação nas escolas será a partir de quarta-feira

Brasil e mundo1 semana atrás

O tempo de tevê dos presidenciáveis

Brasil e mundo1 semana atrás

Auxílio Brasil de R$ 600 começa a ser pago nesta terça-feira

Brasil e mundo1 semana atrás

Dólar cai para R$ 5,11 e fecha no menor nível em sete semanas

Cultura e diversão2 semanas atrás

O TELEFONE PRETO. (Por Déborah Schmidt)

Brasil e mundo2 semanas atrás

Câmara aprova projeto que cria norma geral para concursos públicos

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em alta