Pelotas tem rodoviária ruim porque quer

Pelotas é o único dos 497 municípios gaúchos onde a rodoviária e seus serviços são administrados pela prefeitura.

O Executivo detém a concessão do governo do Estado para operar o terminal, que está aos cuidados da autarquia Eterpel. O site descobriu esta informação em contato telefônico com o diretor de Transportes Rodoviários do Daer, Lauro Hagemann.

O Daer, por lei, deve licitar a oferta dos serviços de vendas de passagem e despacho de mercadorias.

O órgão tentou fazer a licitação em Pelotas, mas o Município recorreu judicialmente. A prefeitura alega que não pode licitar porque a Eterpel possui servidores na rodoviária, pessoas que ficariam sem função. Alega também que o prédio “é próprio”.

Hoje é consenso que a rodoviária pelotense não é administrada da melhor maneira. Mesmo assim, a prefeitura mantém os serviços aquém do que poderiam ser.

Para melhorar os serviços e o terminal em si, basta à prefeitura uma decisão simples: fazer a licitação e, ao mesmo tempo, transferir os funcionários da Eterpel para outros setores da Administração. O fato de o prédio ser da prefeitura também não é impeditivo da licitação.

A licitação fatalmente melhoria os serviços do terminal, porque o edital de concorrência, nos termos propostos pelo Daer, exige das empresas privadas interessadas a qualificação não só dos serviços, mas do prédio, incluindo das lojas e demais comércios do lugar.

Numa licitação, a prefeitura, dona do prédio, talvez nem precisasse abrir mão dos aluguéis das lojas e outros comércios, desde que houvesse entendimento com a empresa que ganhasse a concorrência para administrar o terminal.

A readequação do prédio, que também sofre com dezenas de goteiras, é necessária porque ele não é funcional.

A arquitetura do terminal foi equivocadamente pensada para uma cidade nordestina, de clima quente. Por suas aberturas e vãos enormes, o vento e a chuva não só incomodam os usuários, mas trazem consigo a sensação de abandono.

Ninguém fala muito, mas a verdade é que a rodoviária pelotense é um desastre arquitetônico. Pior: para ser corrigido, requer um volume de verba expressivo, do qual a prefeitura não dispõe.

As melhorias no prédio e nos serviços não têm ocorrido porque a arrecadação da Eterpel serve no máximo para pagar a folha de seus servidores e dar manutenção. Os números não são revelados, por isso não se sabe se a Eterpel é superavitária ou deficitária. Mas se der lucro, é óbvio que o dinheiro não é aplicado na melhoria do terminal.

Em Rio Grande, a empresa que venceu a concorrência está construindo um terminal novo, com uma torre comercial, em terreno privado.

Diretores sem preparo

Apesar dos péssimos serviços do seu Terminal Rodoviário, Pelotas é o único dos 497 municípios gaúchos onde a rodoviária é “administrada” pela Municipalidade, via autarquia Eterpel, presidida por um diretor do Bloco Burlesco Bafo da Onça, tendo como diretor um ex-diretor do Xavante, que agora concorre a deputado estadual pelo PP.

Nem um nem outro possuem formação para administrar o setor de Transportes, mas isso não tem a menor importância num cenário em que o governante, em vez de privilegiar a capacidade técnica, prefere não desagradar os partidos, principalmente os que valorizam como representantes pessoas ligadas ao Carnaval e ao Futebol.

Categorias

O Daer classifica as rodoviárias gaúchas em quatro categorias. Pelotas está na primeira categoria, pelo porte da cidade, mas está aquém da qualidade que deveria oferecer.

Há muitos anos temos um serviço ruim por um motivo só: porque queremos.

Eis um tema sobre o qual a prefeita Paula poderia se debruçar.

* A Constituição de 1988 estabeleceu a necessidade de licitação para serviços públicos explorados por concessão. Aquele certame está atrasado há quase 30 anos. Uma lei estadual de 1998 determinou a ocorrência de concorrência para exploração das rodoviárias, mas o atraso continua.

Share:

Author: Da Redação

2 thoughts on “Pelotas tem rodoviária ruim porque quer

  1. sobre a rodoviária;
    só problemas! – o terreno era um banhado; fria no inverno; infiltração quando chove;
    nunca foi terminada; localização horrivel; tem tudo para sair dali !!!!
    Pouco interesse comercial;sem conforto algum!!!!!!
    Pelotas merece coisa melhor!!!

  2. Deixa onde esta se não a prefeitura vai inventar outros impostos para a população pagar eles Gastão e os trouxas pagam

Deixe uma resposta