Vê se não é assim em Pelotas

Vê se não é verdade…

Pelotas é assim: as pessoas medíocres que ocupam os espaços públicos de decisão são alérgicas a qualquer novidade. Tossem muito.

Parecemos sofrer de um problema que atravessa a dimensão geracional.

Não fosse por alguns raros inovadores (na esfera privada, clarooo!!!), não estou longe de pensar que a cidade seria a mesma de 70 e poucos anos atrás.

Um cartão postal onde as figuras esperam pela nova passagem do Zepelim.

Share:

Author: Da Redação

2 thoughts on “Vê se não é assim em Pelotas

  1. Não vejo nada de errado na nostalgia. Acredito que há possibilidade de mesclar as tecnologias e novidades atuais com a história e tradição da cidade. Falta alguém que se candidate a encampar e coordenar isso. Poderia ser tu, editor que escreveu essa matéria. Que tal?

Deixe uma resposta