Connect with us
https://www.mvpthemes.com/zoxnews/wp-content/uploads/2017/07/zox-leader.png

Pelotas & RS

Diário Popular dá notícia atrasada e imprecisa sobre uso de prédio público pelo candidato Eduardo Leite

Publicado

on

O Diário Popular registrou nesta terça-feira (25), sem chamada de capa, a seguinte notícia: Partidos questionam Eduardo por uso de prédio público.

A mesma notícia, com título diferente,  foi publicada pelo Amigos de Pelotas no domingo passado, dia 23.

O título no Amigos foi Eduardo Leite e Paula infringiram a lei eleitoral, despacha juiz. A notícia recebeu destaque na área de manchetes do site, pela relevância do tema neste momento eleitoral.

Os dois tratamentos cravam um exemplo de que veículos podem tratar temas iguais de formas diferentes.

Em duas carreiras de palavras sobre o mesmo fato, conforme o emprego do sujeito e do verbo, o objeto será direto ou não. Sujeito e verbo determinam o efeito e impacto da sentença.

No caso do Amigos, o objeto foi certamente direto, em relação à essência temporal do fato, e portanto, do conteúdo.

No DP, o conteúdo foi pretérito. A notícia está atrasada dois dias em relação ao dia em que foi publicada no Amigos e, mesmo assim, está atrasada uma segunda vez, porque informa de uma ação anterior ao fato novo.

Em outras palavras, a última notícia até aqui é a decisão do juiz, como publicado no Amigos.

Já o DP publicou a penúltima notícia, sobre a Representação Judicial movida pelas Coligações de Jairo Jorge e Miguel Rosseto contra a Coligação de Eduardo Leite, sem anunciar o resultado, que já é de domínio público.

A representação apontou que o candidato Eduardo Leite e a prefeita Paula Mascarenhas infringiram a lei ao aceitarem gravar cenas usadas na campanha eleitoral de EL dentro de repartição pública, no caso o Centro Municipal de Atenção ao Autista, onde EL se deixou filmar conversando com “agradecidas” mães de autistas.

O juiz julgou a representação e deu procedência a ela, concluindo que EL e Paula infringiram de fato a legislação eleitoral.

EL e Paula não poderiam ter feito e deixado fazer a gravação do Centro de Autistas porque isto é ilegal.

Mesmo com um corpo jurídico preparado, pago, presume-se, com dinheiro de impostos que formam os Fundos Eleitoral e Partidário, EL e Paula passaram por cima da lei.

Foi o que concluiu, em liminar, o juiz.

PS: Na semana passada, o DP demitiu, depois de 12 anos de trabalho, o jornalista Pablo Rodrigues. Pablo assinava uma coluna em que exercia a crítica sobre ações da prefeitura, questionava comportamentos de autoridades e abordava temas polêmicos

Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.

Pandemia

Covid: Pelotas registra mais 100 contaminados

Publicado

on

Pelotas registrou 100 novos casos de covid nesta sexta, 22.

Sem mortes.

70 pessoas estão internadas, 59, 3% de ocupação.

21 em UTI, 63,6% de ocupação.

49 em enfermaria, 57,6% de ocupação.

1171 pessoas morreram pela doença em Pelotas, até aqui.

Continue Reading

Pelotas & RS

Sulgás privatizada por quase R$ 1 bilhão

Publicado

on

O controle da Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás) foi privatizado hoje (22) em leilão na B3, bolsa de valores de São Paulo, pelo valor de R$ 927,7 milhões. Não houve concorrência. A oferta vencedora, da empresa Compass Gás e Energia, foi igual ao valor de referência.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, presente na cerimônia, considerou positiva a compra, tendo em vista se tratar de um mercado complexo e recém-transformado com o Marco Regulatório do Gás e ainda com uma empresa que tem um modelo de governança que envolve outros atores, como a Gaspetro.

O diretor de Concessões e Privatização do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Fábio Abrahão, lembrou que o último leilão no setor de gás no Brasil ocorreu há cerca de 20 anos e que este é o primeiro fora da Região Sudeste. 

“O que a gente acredita é que em dois, três anos, vai ter a formação de um pipeline muito mais extenso, o que vai facilitar a entrada de outros investidores, inclusive a migração de investidores de outros setores, investidores internacionais e assim por diante”, disse.

O presidente da Sulgás, Carlos Camargo de Colón, manifestou a convicção da importância da privatização como forma de possibilitar ao Estado atuar em áreas essenciais e viabilizar investimentos. “Por que se deve privatizar uma empresa como a Sulgás, produtiva e rentável? Para mim, a resposta é tão óbvia que não titubeei em aceitar esse desafio. Precisamos modernizar a economia e viabilizar maiores investimentos”, disse.

O CEO da Compass Gás e Energia, Nelson Gomes, disse que a companhia avaliará novos ativos que possam vir a ser privatizados no setor. “Nossa estratégia é replicar o modelo de gestão que nós temos com a Comgás, aqui em São Paulo. Agora temos oportunidade de somar os esforços, nossos aqui de Comgás, junto com Sulgás para seguir nessa trajetória”, declarou.

Gaspetro

Em 28 de julho, a Petrobras assinou o contrato para a venda da totalidade de sua participação (51%) na Gaspetro. A compra também foi feita pela Compass. O valor da venda é de R$ 2,03 bilhões. Com isso, viabilizadas as compras, a Compass passa ser acionista majoritária da Sulgás. A Gaspetro tem 49% da companhia gaúcha.

A Compass, que adquiriu a Gaspetro, pertence ao Grupo Cosan, e foi criada em 2020 para atuar no segmento de gás e energia. Atualmente é controladora da Comgás, maior distribuidora de gás do país com mais de 19 mil quilômetros de rede instalada e 2,1 milhões de clientes e com presença em 94 municípios do estado de São Paulo.

Os números da Sulgás apontam uma rede de distribuição de 1.355,1 quilômetros (km), com 42 municípios gaúchos atendidos e 68.116 clientes.

Continue Reading

Eleições 2022

Leite presidente!?, perguntam. Não duvido de nada

Publicado

on

Atualizado: 15h48 | 22/10

De vez em quando me perguntam, por ser jornalista, se acredito que Eduardo Leite vencerá as prévias tucanas. Mais longe, indagam se o jovem pelotense de 37 anos, atual governador do RGS, tem chance de ser eleito presidente da República. Faz tempo que parei de menosprezar quem quer que seja, principalmente os que sobem a rampa do Planalto.

Tudo é possível, até mesmo, como as pesquisas vêm apontando, a volta do Lula. Mais: segundo um Instituto (não lembro o nome, pois têm surgido às pencas), “Lula é, para a maioria dos entrevistados, o líder mais apto a enfrentar a corrupção no governo”. Duvidar de quê?

Se Leite levar a vaga de candidato, terá vencido algo mais: uma tradição. A tradição da força de São Paulo, estado mais rico economicamente, mais poderoso politicamente, mais influente. Será possível? Há quem pense que sim; há quem pense que não é possível. Até onde pode chegar o ex-suplente do ex-vereador Cururu?

Cururu criticava os políticos, inclusive colegas; acabou cassado por quebrar o decoro, ao protagonizar uma estonteante sessão de vodu em plenário, vestindo uma túnica branca e uma coroa de espinhos. Ele arrancou alfinetes de bonequinhos que representavam os colegas vereadores, encontrados em um caixãozinho de madeira no porão da Câmara. Nunca se soube quem depositou o caixãozinho no porão, quando e o motivo. Nem por quê Cururu se lançou numa empreitada cênica tão espinhosa, ao ponto de perder o mandato. Ao perdê-lo, quis o destino que “abrisse a porta” aos cargos eletivos para o suplente Eduardo Leite.

Na sequência EL se elegeu vereador pelas próprias pernas, prefeito e governador. Antes de ir morar no Piratini, perdeu só uma eleição, para deputado estadual, em 2010, ficando na sexta suplência.

Leite

Qualidades próprias EL certamente têm, já deixou claro, inclusive pela sua intimidade com os círculos do poder, incluindo a chamada grande mídia, que vê nele uma boa aposta para o País. De qualquer forma, para quem gosta das coisas esotéricas, não deixará de ser interessante, se Leite um dia acordar no Alvorada, imaginar que tudo tenha começado com um vodu. Já pensou?

Cururu na histórica sessão

Continue Reading

Em alta