RBS nega, mas Portal Making of reafirma que Grupo foi vendido

Corre nas redes sociais uma postagem feita pelo jornalista Claiton Selistre no portal Making Of, reafirmando que a RBS acertou a venda de todos os seus jornais, rádios, TVs, blogs e sites. O comprador seria o mesmo empresário que adquiriu os negócios do grupo em SC: Carlos Sanchez, dono do laboratório que produz genéricos da marca EMS.

Claiton é gaúcho e foi da RBS. É uma fonte confiável, daí a repercussão e a reação da RBS com um desmentido.

Jornalista formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Claiton foi diretor de Jornalismo por 25 anos da RBS TV, TVCom e Rádio CBN/Diário em Santa Catarina. Antes atuou na  Rádio e TV Gaucha do grupo RBS e em redações de jornal, rádio e tv do grupo Caldas Jr. em Porto Alegre. Foi também repórter da na Sucursal do Jornal do Brasil. Planejou e Coordenou coberturas multimídia nas Copas do Mundo de Futebol na Alemanha, Argentina, Espanha, México, Itália, Estados Unidos, França e Japão/Coréia.

O Grupo RBS soltou a seguinte nota:

“Em relação à nota publicada no portal Making Of, o Grupo RBS informa que a empresa não foi vendida, ou seja, a informação divulgada não procede.”

O Portal Making of foi à téplica:

Informação exclusiva do Portal Making Of: o grupo RBS, proprietário de emissoras de TV, rádios e jornais no Rio Grande do Sul, já tem sua venda definida. Uma alta fonte gaucha ligada ao negócio, com pedido de anonimato, garantiu que o valor está acertado e que a forma de pagamento está no detalhe final. Valores e nomes não foram revelados no momento.

A  negociação, por outro lado, já foi informada à Rede Globo, a qual as emissoras de TV do grupo, são afiliadas, a quem cabe manifestar-se sobre a nova sociedade.

Como se recorda, há um ano as emissoras da RBS SC foram vendidas para uma parceria que tinha inicialmente o empresário gaúcho Lírio Parisotto e o paulista Carlos Sanchez, dono do grupo NC – fabricante dos medicamentos EMS. Porém, no último momento, a Globo pediu a saída de Parisotto devido a acusação de agressão formulada na justiça pela ex-modelo e atriz Luíza Brunet. Carlos Sanchez, então, ficou com o negócio catarinense e é muito provável que ele tenha comprado agora a parte gaúcha com outro sócio.    

Estrategicamente a informação oficial sobre o assunto será dada depois da eleição.      

Share:

Author: Da Redação

Deixe uma resposta