Connect with us

Pelotas & RS

Moradias eficientes: construtora lança modelo de habitação social sustentável

Publicado

on

Publicidade |

A habitação é um dos pilares mais importantes da nossa existência, é onde o indivíduo tem a sua privacidade e onde a parte mais significativa da sua vida pessoal se desenrola.

É sobre ela que projetamos o sonho de adquirir um imóvel próprio e dedicamos boa parte de nossas vidas. Mas além da sobrevivência, o contexto de moradia também deve proporcionar uma relação harmônica entre o cuidado com o meio ambiente e o custo final de vida do morador.

Pensando nesta proposta, a construtora ​Olavo Rocha​ lançou em setembro o primeiro empreendimento de habitação popular (Minha Casa, Minha Vida), financeiramente e ecologicamente responsável.

O projeto, que foi concebido com base em estudos de especialistas, tem como objetivo minimizar os impactos na natureza e promover a redução de custos a longo prazo.

As soluções encontradas foram a criação de critérios para uma posição solar mais estratégica, blocos cerâmicos com maior conforto termoacústico, placas para aproveitamento da energia solar, portaria remota com sistema de monitoramento, captação da água da chuva, gestão de resíduos e paisagismo com frutíferas.

A construtora ainda criou o selo ​BiEco  para certificar seus empreendimentos com características econômicas e ecológicas; e também o ​CondoMínimo​ – iniciativa que irá reduzir as despesas de manutenção dos moradores.

Publicidade

Diferentemente de outros projetos, a empresa tem o cuidado com a singularidade da escolha dos equipamentos e execução, que vai desde o planejamento até a entrega da obra.

Países vizinhos como Argentina e Chile – que já desenvolveram modelos semelhantes de construções populares –, reforçam que a iniciativa é uma preocupação que vai além de resolver o problema de déficit habitacional, pois melhora a qualidade de vida destas pessoas.

Publicidade
Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Especial

O evento mais recorrente na vida do Trapiche

Publicado

on

Prefeitura informa que o Trapiche do Laranjal foi requalificado (foto).

Eis o evento mais recorrente na vida do nosso trapiche: ser recuperado com dinheiro privado da construção civil.

Trata-se de um evento de calendário: a cada bloco de meses, alguém aparece para bancar a obra, uma boa nova sempre estimada pela prefeitura.

O corte da fita no dia da inauguração é uma metáfora reversa. Na verdade, ao passar a tesoura, os parceiros na serial empreitada estreitam os laços entre si.

É compreensível a serialidade da obra. Muitos projetos na fila.

Dessa feita, não houve a animação de pandeiros nem churrasco.

Publicidade

Trapiche do Laranjal

Continue Reading

Especial

Covid mata quatro pessoas e contamina 31 nas últimas 24 horas

Publicado

on

Quatro pessoas morreram e 31 foram contaminadas pela covid nas últimas 24 horas.

Três mulheres, 62, 67, 78, um homem de 71.

Pelotas chega a 1.256 mortes pela doença.

512 pessoas isoladas.

37 pessoas estão internadas, 40,7% de ocupação dos 91 leitos disponíveis.

14 em UTI, 35,9% de ocupação dos 39 leitos disponíveis.

Publicidade

23 em enfermaria, 44,2% de ocupação dos leitos disponíveis.

95,4% da população vacinável tomaram a primeira dose. 80,7%, tomaram a segunda dose; 44,1%, a terceira.

Continue Reading

Especial

Taxa de luz a caminho em Pelotas

Publicado

on

A prefeita Paula Mascarenhas vai apresentar aos vereadores da base do governo, na manhã de segunda (6), um projeto do Executivo que propõe a instituição da Contribuição de Iluminação Pública (Cosip).

A nova taxa municipal seria de 10% sobre a tarifa paga hoje.

Continue Reading



Publicidade
Publicidade

Mais lidas em três dias