Connect with us

Pelotas e RS

Ainda o cavalo morto na Adolfo Fetter

Publicado

on

A cena acima é tão absurda que fica difícil dizer alguma coisa. Dependendo do dia, um troço desses pode fazer alguém derramar uma lágrima. Um cavalo, morto por “exaustão”, desabado na avenida Adolfo Fetter, ontem.

Na queda fatal, virou a carroça, como se fosse um último protesto contra seu dono, pelos maus-tratos.

Vi um vídeo em que o suposto dono do animal, pela expressão facial, parecia não entender a responsabilidade pelo ocorrido.

No vídeo que populares fizeram, apareceu uma garrafa de cachaça próxima da carroça.

Lembrei de quando eu era criança. Não é incomum crianças, por confusão dos instintos e curiosidade mórbida, maltratarem animais.

Um dos meus amigos, garoto, fazia o serviço completo: nos fundos de casa, matava passarinhos que abatia com chumbinho e os enterrava num “cemitério”, que ornava com cruzinhas de gravetos.

Publicidade

Anos mais tarde, na universidade, perguntei por que ele fazia aquilo. Ele respondeu que não sabia e que, adulto, chegou a tratar do assunto em sessão com psiquiatra.

O único mal que fiz a um animal foi a um pássaro. Disparei com a arma de chumbinho do amigo e derrubei um bem-te-vi. Quando cheguei perto, vendo os olhos abertos do bicho, fui invadido pela culpa.

Nunca mais apontei uma arma para nada vivo nem morto.

O caso do cavalo é chocante não só porque o infrator é um adulto, mas porque, à primeira vista, não pareceu haver qualquer emoção envolvida.

O homem exauriu o animal que o servia. Não se preocupou nem mesmo em cuidar do “seu meio de vida”, uma atitude destrutiva com a própria vida.

Passou da hora de aprovar os veículos de tração humana, cujos protótipos foram aprovados pela prefeitura.

O triste episódio deveria acelerar a inserção desses veículos, em substituição à tração animal.

Publicidade

Pode não evitar outros casos assim, mas ajudaria.

Foto do arquivo do Jornal do Laranjal.

Jornalista. Editor do Amigos. Ex-funcionário do Senado Federal, do Ministério da Educação e do jornal Correio Braziliense. Prêmio Esso Regional Sul de Jornalismo. Top Blog. Autor do livro Drops de Menta.

Publicidade
Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Pandemia

Pelotas tem 342 infectados em 24 horas. Internação em leitos sobe

Publicado

on

Pelotas registrou 342 novos infectados pela covid nas últimas 24 horas, sem mortes.

A ocupação está em 68.9% dos 61 leitos gerais disponíveis.

  • 63.2% dos 19 leitos de UTI disponíveis.
  • 71.4% dos 42 leitos de enfermaria disponíveis.

Continue Reading

Pandemia

Estado recebe primeira remessa de vacinas contra a Covid-19 para crianças de cinco a 11 anos

Publicado

on

O Rio Grande do Sul recebeu, nesta sexta-feira (12/1), o primeiro lote de vacinas contra a Covid-19 destinada ao uso pediátrico, para crianças de cinco a 11 anos. A remessa com 59,1 mil doses chegou ao Aeroporto Salgado Filho às 13h30, separada em dez caixas térmicas de alta resistência.

Os imunizantes tiveram a primeira avaliação realizada por técnicos do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) ainda na pista. Depois a carga foi encaminhada ao Centro de Abastecimento e Distribuição da Secretaria da Saúde (SES), onde avaliou-se a temperatura do acondicionamento dos frascos, atingindo nível adequado com -44 ⁰C.

As doses passarão por processo de estabilização e separação durante o final de semana. Os imunizantes serão encaminhados para as regiões e municípios na segunda (17/1) e terça-feira (18/1). O quantitativo de doses de cada município será divulgado no início da próxima semana.

Conforme pactuação realizada entre os municípios gaúchos, a aplicação para este público terá início simultâneo em todo o Estado na quarta-feira (19/1). Até lá, os municípios trabalharão na estruturação das salas de vacinas para garantir a segurança das crianças e seus familiares.

Vacina para crianças 2
A carga foi encaminhada do aeroporto para o Centro de Abastecimento e Distribuição da Secretaria da Saúde – Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

Os primeiros vacinados serão os 96.427 meninos e meninas com alguma comorbidade, como hipertensão, diabetes ou asma, ou imunossuprimidos. As 862.747 crianças sem comorbidades compõem o próximo grupo e a imunização delas também poderá começar neste mês, com a primeira dose aplicada para quem tem 11 anos, conforme cronograma acertado. A imunização de crianças indígenas (3.911) e quilombolas (1.188) ocorrerão de acordo com orientação futura do Ministério da Saúde.

Em fevereiro, deverá iniciar a vacinação dos meninos e meninas de dez e nove anos, e em março, de quem tem oito anos. Para as outras idades, a secretaria aguarda a previsão de remessas de imunizantes pelo Ministério da Saúde.

A aplicação ocorrerá em sala exclusiva, com espaço para recepção de crianças e responsáveis, que deverão permanecer no local por 20 minutos. Caso ocorram eventos adversos após a vacinação, eles precisarão ser notificados no e-SUS Notifica, sistema de registro do Ministério da Saúde.

Publicidade

Capacitação de vacinadores

Como preparação para o novo momento da campanha de vacinação, a Secretaria da Saúde, em parceria com o TelessaúdeRS-UFRGS, promoveu nesta semana uma capacitação virtual às equipes de imunização. Os tópicos abordados foram as estratégias de adesão e aceitação da vacinação para esse público infantil e suas famílias.

Continue Reading

Especial

Pelotas registra 667 novos casos de covid em 24 horas

Publicado

on

Pelotas registrou nas últimas 24 horas o maior número de casos de infectados em um dia, em toda a pandemia: 667 casos.

Em compensação, não registrou mortes, que permanece em 1.275.

Pelotas tem 3.043 pessoas isolados em casa.

A taxa de transmissão está em 1.68 (100 pessoas contaminam outras 168).

49,2% dos 61 leitos gerais estão ocupados.

  • 42,1% dos 19 leitos de UTI disponíveis.
  • 52,4% de 42 leitos de enfermaria.

Publicidade
Continue Reading



Publicidade
Publicidade
Publicidade

Em alta