“Se Flávio errou, terá que pagar”, afirma Bolsonaro em Davos

Em entrevista à agência norte-americana Bloomberg, nesta manhã, o presidente Jair Bolsonaro se manifestou sobre as suspeitas envolvendo o filho, o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e o ex-assessor dele, Fabrício Queiroz.

Bolsonaro afirmou que Flávio “terá que pagar o preço” se ficar provada alguma irregularidade. “Se por acaso ele errou e isso for provado, eu me arrependo como pai, mas ele terá que pagar por essas ações que não podemos aceitar”, disse o presidente.

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.