Polícia prende e indicia servidor do Sanep por extorsão e tráfico de drogas

A polícia prendeu nesta quinta-feira (24) um funcionário do Sanep e outros dois integrantes de uma organização – pela suspeita de crime de extorsão.

A vítima da extorsão (não se sabe do crime ainda) teria avisado a polícia, que deu flagrante no momento em que o servidor recebia uma caminhonete mais a quantia de R$ 10 mil. Na hora da abordagem, o homem tentou se desvencilhar do celular, mas não conseguiu.

Ele alegou que havia ido buscar a caminhonete e o dinheiro a mando dos dois outros homens.

Em revista na casa do servidor do Sanep, os policiais encontraram 130 gramas de cocaína e uma balança de precisão.

O caso é investigado pela Delegacia de Repressão às ações Criminosas Organizadas (Draco).

A polícia investiga ainda a possível participação de um quarto homem – um advogado.

O delegado Rafael Lopes, encarregado do caso, disse que o servidor do Sanep foi indiciado por extorsão e tráfico de drogas. Os dois outros homens, por extorsão somente. Eles foram recolhidos ao Presídio Regional de Pelotas.

O diretor-presidente do Sanep, Alexandre Garcia, disse que não iria se manifestar sobre o caso. Informou apenas que o servidor (não se sabe se efetivo ou de confiança) estava em licença de saúde desde o dia 9 e, na última quarta-feira, não compareceu a uma perícia médica.

Os nomes dos homens presos – e do advogado (quarto homem) – não foram divulgados.

1 thought on “Polícia prende e indicia servidor do Sanep por extorsão e tráfico de drogas

Obrigado por participar. Comentários podem ter a redação moderada.