A travesti que virou nome de esquina em Pelotas

Nota da ANTRA (Associação Nacional de Travestis e Transexuais), publicada em 16 de agosto de 2017, pelo falecimento da ativista Juju (Juliana) Martinelli, que agora dá nome a uma esquina de Pelotas, por decreto da prefeita Paula Mascarenhas.

A ANTRA vem à público muito consternada ainda dedicar essa mensagem póstuma à nossa ativista Juju Martineli que ocorrreu hoje 16 de agosto de 2017 na cidade de Pelotas RS.

Juju como era conhecida atuou muito ativamente no movimento LGBT e mais especificamente trabalhou para que a população Trans de Pelotas do Rio Grande do Sul e do Brasil pudessem ter uma vida mais inclusiva

Perdemos uma guerreira, mas as suas ações e o seu exemplo ficará presente nas muitas ações que ela ajudou a construir, certamente a instituição que ela fazia parte seguirá trilhando o caminho da realização de ações inovadoras que visem melhorar a vida de muitas de nós.

A ANTRA deseja os mais profundos votos de pesar a família enlutada e fica na certeza que a mesma cumpriu a sua missão aqui nesse plano.

Associação Nacional de Travestis e Transexais – ANTRA

1 thought on “A travesti que virou nome de esquina em Pelotas

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.