Paula busca recursos para obras no Patrimônio Histórico

Henrique Pires e Paula

Do site da prefeitura – A prefeita Paula Mascarenhas esteve reunida, na tarde desta sexta-feira (1º), em Brasília, com o secretário nacional de Cultura, Henrique Pires, e diretores do Ministério da Cidadania, para tratar de pautas importantes para Pelotas que envolvem o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Paula destacou como prioritárias a instalação do Museu da Cidade, o projeto de fiação subterrânea no entorno da Praça Coronel Pedro Osório (Centro Histórico de Pelotas), e a revitalização do prédio histórico em que funcionou o antigo Banco do Brasil (BB) e a Secretaria de Finanças do Município.

A prefeita busca uma parceria com o Ministério para a instalação de um espaço cultural multiuso, que também abrigaria departamentos administrativos do Ministério, a Gerência Regional do Iphan e a Fundação Palmares.

“Vamos retomar o projeto, que já existe, e adequá-lo a essas funções, enquanto o Ministério avalia essa possibilidade”, adiantou.

Paula apresentou projeto executivo e planilhas orçamentárias de um projeto de revitalização do Obelisco, no Areal, e de construção de uma praça no entorno deste, que foi o primeiro monumento à República instalado em via pública no Brasil, e que é tombado pelo Iphan.

A chefe do executivo pelotense também pediu prorrogação de prazo para que o município ainda possa utilizar os recursos federais para a compra de alguns equipamentos para o Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) Dunas, que está praticamente concluído — visto que algumas licitações deram desertas.

O grupo também conversou sobre as obras que estão em andamento, em Pelotas, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas: Theatro Sete de Abril e Praça Coronel Pedro Osório; sobre o Grande Hotel (projeto da UFPel chegou para análise do Iphan; e sobre a cobertura da capela do hospital da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas — o Iphan se mostrou disposto a contribuir na reforma.

Participaram da audiência o diretor do Departamento de Patrimônio Material e Fiscalização do Iphan, Andrey Schlee; o diretor do Departamento de Projetos Especiais do Iphan, Robson Antônio de Almeida; e diretor de Infraestrutura Cultural do Ministério da Cidadania, Paulo Nakamura.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.