A recuperação de Bolsonaro

Um comentarista registrou na rede: “Ninguém se recupera fazendo live e tuitando loucamente, num ambiente visivelmente disfuncional e estressante”.

Ele se referia às selfies postadas pelo filho do presidente, Carlos.

“O assunto não é brincadeira. Duas semanas depois de entrar no Einstein para retirar a bolsa de colostomia, Bolsonaro não tem previsão de alta.

Teve febre, pneumonia e complicações na retomada das funções intestinais que resultaram na instalação de uma sonda nasogástrica. É hora pois, antes de tudo, de cuidar da saúde”.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.