Um pouco de Luciano Hang, que vai abrir uma Havan em Pelotas e gerar 400 empregos

Nascido em Brusque, Santa Catarina, estudou na Escola Básica João XXIII, no Colégio Cônsul Carlos Renaux e na Universidade Regional de Blumenau (tecnólogo em Processamento de Dados).

Durante o ensino superior, foi presidente do Clube dos Estudantes Universitários de Brusque (CEUB) por três anos.[4]
Aos 17 anos foi admitido para trabalhar na Fábrica de Tecidos Carlos Renaux, onde seus pais trabalhavam.

No início dos anos 1980, aos 21 anos, comprou uma empresa, a Tecelagem Santa Cruz, à qual passou a se dedicar e expandir, paralelamente à carreira na fabrica de tecidos.

Em 1986, percebendo que Brusque ganhava um novo impulso econômico baseado no turismo de compras devido a indústria têxtil na região de Brusque, junto a o sócio Vanderlei de Limas, abriu uma pequena loja de tecidos. Da junção dos nomes Hang e Vanderlei, surgiria a marca Havan.

Havan e a empresa parceira Stock Atacado (Comercial Zaffari) vão abrir 400 empregos em Pelotas, só para pelotenses.

A incrível expansão da Havan talvez só possa ser comparada aos feitos do seu proprietário.

Catarinense de Brusque, Luciano Hang, 55 anos, iniciou sua exitosa trajetória no cenário varejista nacional em 1986, com a abertura de uma pequena loja de 45 metros quadrados, que ostentava apenas um balcão e um funcionário, sediada na Av. Primeiro de Maio, em Brusque.

O nome inusitado surgiu da união de Hang com Vanderlei, o antigo sócio que participou da história da empresa nos primeiros seis anos de vida. Na década de 1990, o primeiro impulso de crescimento veio com a abertura do mercado nacional aos produtos importados, quando os tecidos e artigos de baixo valor agregado passaram a fazer parte do varejo brasileiro.

O final da década trouxe a desvalorização cambial e a Havan passou a atuar diretamente como uma loja de departamentos. Em 1995, junto com a inauguração da primeira filial, em Curitiba, a loja passa a adotar uma arquitetura que reproduz a Casa Branca e a réplica da Estátua da Liberdade – símbolos do estado norte-americano – como uma marca.

Os próximos dez anos seriam de uma expansão planejada no Paraná e em cidades catarinenses, incluindo a abertura de uma majestosa filial em Florianópolis. Em 2008, em outra jogada de mestre, Hang assume a restauração do antigo Castelinho de Moellmann, um dos principais cartões-postais do estado, localizado no centro histórico de Blumenau, transformado em loja temática. Um novo marco na história da rede seria a abertura da Parada Havan, em Barra Velha (SC), onde foi instalado o Centro de Distribuição Havan.

De acordo com o empresário, um dos trunfos da empresa foi entender as sucessivas ondas da economia nacional nos últimos 30 anos, passando de grande vendedora de tecidos a estrela das lojas de 1,99 até se consolidar como loja de departamentos.

Atrás da meta estabelecida de inaugurar mais 25 lojas no Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina nos próximos dois anos e atingir 200 lojas até 2022, empregar mais de 20 mil pessoas e um faturamento que poderá bater na casa de R$ 10 bilhões.

Com informações do Portal do Empreendedor

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.