Paula dá partida da regularização da ’22 de Maio’

Moradores

Do site da prefeitura – Na noite dessa quarta-feira (20), o processo de regularização da área da 22 de Maio, localizada nas Três Vendas, começou oficialmente com uma reunião entre a prefeita Paula Mascarenhas, equipe da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária (SHRF) e moradores da região, onde vivem mais de 300 famílias. O trabalho será executado pela empresa licitada, Moraes, Aguirre e Gallio Ltda.

Durante o encontro, realizado na Escola Estadual Dr. Franklin Olivé Leite, a população pôde esclarecer dúvidas e conhecer os detalhes do processo. A propriedade era, inicialmente, privada. Porém, há alguns anos, após um processo de despejo movido pelo proprietário, a Prefeitura interveio e desapropriou a área para garantir a manutenção das famílias no local, onde muitos estão há cerca de 30 anos.

A prefeita Paula Mascarenhas ressaltou a competência e o comprometimento da equipe, que já fez de sua gestão a responsável pelo maior número de regularizações fundiárias em Pelotas. Ela explicou o que isso significa para a cidade, que fica mais organizada e acessível para melhorar a vida das pessoas.

Paula Mascarenhas fala às famílias

“É um papelzinho, mas um papelzinho transformador. Vocês passam de posseiros a proprietários, passam a ter um patrimônio que vai ficar para os herdeiros. E eu fico feliz de estar à frente deste projeto, ao lado desta equipe”, disse a prefeita.

Cátia Brose da Silva vive na 22 de Maio com a família há quatro anos. Ela diz que é um local bastante tranquilo e que vai ser muito bom ter o documento de propriedade.

“A gente tem que contribuir, dar nossa parcela para ter esgoto, água. Eu vou ter o meu relógio [hidrômetro]. Tenho que pagar a minha água. A rua vai ficar melhor”, destacou.

O trabalho técnico, normalmente feito pela equipe de Regularização, desta vez, está sob a responsabilidade da empresa Moraes, Aguirre e Gallio Ltda., licitada para a regularização de mais de 3,3 mil lotes em 18 áreas da zona urbana de Pelotas, por meio do Programa Papel Passado, do Governo Federal. Tudo fiscalizado pela equipe da SHRF.

Os moradores também definiram seus representantes, que acompanharão todas as fases do processo até a finalização, e farão o elo entre a empresa, a Prefeitura e as famílias. São eles: Gilberto Borges Rodrigues, Sintia Machado Peverada Garcia, Claudia Graciela Centeno Ferreira, Hércules Machado Lopes, Vanderlei Dias, Isabelina Paim da Rosa e Carlos Antônio Madruga.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.