Sete coisas que jamais podem dar certo. Esqueça!

Não importa o que se faça, quantas vezes seja feito, que variações venham a ser tentadas. Há coisas que não têm como dar certo.

1. Bronzeador caseiro.

Ele não é classificado pelo FPS (Fator de Proteção Solar) mas pelo FCS (Fator de Cremação Superficial), que vai do QPG (“Queimadura de Primeiro Grau”) ao QTG (“Queimadura Total Garantida”).

Houve um tempo em que bronzeador caseiro era pauta jornalística obrigatória todo verão. Em novembro, a matéria já estava pronta, só faltando inserir a quantidade de vítimas da temporada.

Normalmente levava beterraba, coca cola, óleo de cozinha, açafrão e folha de figo. No iutube deve haver algum tutorial com as medidas em ml. E com as medidas para identificação do corpo no IML.

2. Tintura de cabelo para homens.

Ainda está para ser inventada a tintura “cor natural” para homens. Não, aquele preto azulado não é natural. Nem aquele preto absoluto padrão “bigode do Sarney nos bons tempos”.

O acaju cor de carne – cantado pelo Ritchie – é a única tintura honesta.

O acaju é uma declaração de princípios. “Pinto sim, e daí? Quem paga meus micos sou eu, ninguém tem nada a ver com isso.”

Todas as outras são enganação.

3. Bicicleta ergométrica em casa

Não há um único caso documentado, desde os sumérios – passando por fenícios, etruscos, celtas, egípcios, astecas – de que alguém tenha efetivamente usado por mais de uma semana a bicicleta ergométrica instalada no quarto de hóspedes. Pode procurar nos papiros, nas placas com escrita cuneiforme, nas pirâmides. Não consta.

O mesmo vale para os 125 acessórios que vêm de brinde, inteiramente grátis, na compra deste incrível aparelho Polishop, com Rotation Airfryer Titanium Power System Diamond Pro Multimaker Turbo Conair Premium.

Ninguém nunca usou. Você nunca vai usar.

Eu tenho um fatiador de pepino ultra slim gourmet professional advanced com liga de carbono, dolby stereo e tração nas quatro rodas que só não vai morrer virgem porque serviu outro dia para destravar o grampeador.

4. Filme com o Adam Sandler.

Ou com Nicholas Cage, depois de 1997.

Ou com Will Ferrell, desde sempre.

Muita gente comete o equívoco de achar que o Adam Sandler é um ator. Não é. É um personagem que aparece em centenas de filmes. Assim como o Pica-Pau apareceu em centenas de desenhos, sempre com a mesma cara, a mesma voz e a mesma personalidade insuportável.

Volta e meia me oferecem filtro antispam e antipornografia. Quando estiver incluída a opção antiadamsandler eu compro. Porque spam a gente apaga, pornografia a gente assiste um pedacinho (meia hora, hora e meia no máximo) e deixa pra lá, como se nada tivesse acontecido. Filme com o Adam Sandler, não. Aquilo causa dano cerebral.

Se filme com o Adam Sandler fosse vendido na Polishop, viria com Brain Damage Extended Wireless Plus incluído.

5. Suingue com um casal amigo

Não me pergunte como eu sei, mas há duas formas infalíveis de perder amigos: virar sócio e participar de um suingue.

É prejuízo na certa.

6. Alongamento peniano.

Não se iluda. Se funcionasse, camisinha seria vendida a metro.

(SAI FORA !!!

© Eduardo Affonso é colunista de O Globo e, por caridade, nosso tb.

Facebook do autor

Contatamos ele e pedimos autorização para publicar seus excelentes textos no facebook conosco. Gentilmente, ele consentiu.

 

 

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.