Telefones do vice-reitor da UFPel estão desligados

Luís, o vice (esquerda) e Pedro, reitor

O vice-reitor da UFPel, Luís Amaral, está com os dois telefones desligados.

A gente chama, chama, e uma voz feminina avisa que o celular chamado encontra-se temporariamente fora de serviço.

Nós queremos entrevistá-lo para saber a posição da Reitoria da Universidade a respeito da recomendação de afastamento do gerente administrativo Mateus Santin das suas funções, por denúncias de assédio moral feitas, e ouvir o próprio Mateus.

A recomendação de afastamento foi feita pela Procuradoria da República em Pelotas, promotor Max Palombo.

O site contatou o reitor Pedro Hallal, ele confirmou a recomendação feita pela do MPF, mas acrescentou que “quem fala sobre o tema é seu vice, Amaral”.

Infelizmente, não está atendendo.

Pedimos ao Luís que nos contate, por favor – o whats do jornal é 9998-0505.

PS: Assessoria da UFPel diz que os telefones do vice-reitor pode, não estar funcionando porque ele pode estar numa atividade de colheita de arroz.

Procuradoria recomenda afastamento de gerente administrativo da UFPel

Assédio moral (casos UFPel) é um atentato à dignidade

 

Share:

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.