Idemar, vice-prefeito, esteve na Colheita do Arroz. Mas a melhor foto, como foto, foi com Leite e Paula

ALERTA:

AMIGOS DE PELOTAS NÃO DEFENDE GOVERNOS

Noticiamos tudo aquilo que achamos relevante.

Notícia de problemas, soluções, tristeza e alegria, tudo, até notícia sem fundamento prático, simplesmente pra mostrar o que acontece.

Nesta notícia, a melhor coisa, pra gente, foi a foto do Gustavo Vara.

Belíssima, coisa de profissional!

(…)

Do site da prefeitura – A Zona Sul sediou, na tarde desta sexta-feira (22), a 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz.

O evento ocorreu na central da Embrapa Clima Temperado de Capão do Leão, reunindo autoridades nacionais e estaduais na valorização do cultivo que é uma das bases da economia regional. A prefeita Paula Mascarenhas e o vice Idemar Barz, secretários municipais e representantes do Legislativo pelotense estiveram entre os presentes.

Por volta das 15h, três colheitadeiras nas cores da bandeira do Rio Grande do Sul iniciaram a ceifa dos grãos de arroz. Em um dos equipamentos estava o governador do Estado, Eduardo Leite, acompanhado pela prefeita Paula. Apesar calor escaldante, percorreram o trajeto em meio ao campo.

Eduardo e Paula

A chefe do Executivo Municipal classificou o evento como importantíssimo para a região e elogiou a organização de Embrapa e Federarroz que, conforme ela, prestaram uma homenagem à história de Pelotas.

“Recebemos a Abertura da Colheita com muita alegria e orgulho, porque foi uma escolha baseada numa história que os produtores rurais fizeram, e depois à indústria do arroz. A cadeia produtiva se constituiu a partir da nossa região e é um pilar da economia. Vejo como uma homenagem a tantas pessoas que dedicaram suas vidas a produção de alimento e à construção dessa cultura tão fundamental à economia do nosso Estado”, enfatizou Paula.

A geração de renda e a produção econômica, impulsionados pela cadeia do arroz, também foram destacados pelo Governador gaúcho. Eduardo Leite falou sobre o compromisso de diminuir custos logísticos, burocráticos e do sistema tributário a partir da restruturação do Governo, para “viabilizar o crescimento da economia e dos benefícios para todos que empreendem, que enfrentam as intempéries climáticas, a oscilação de preços, mas não desistem”.

Leite lembrou que a contribuição do Governo é garantir a ampliação de condições de competitividade, que se dão nas reduções de custos para quem produz.

“Para ter sustentabilidade nas ações, o Governo precisa ter economia forte, geração de riquezas que parte do campo, que agrega valor no beneficiamento produzido no Estado. Nós queremos sim e vamos trabalhar conjuntamente para viabilizar as condições de melhor competir no mercado, agregando valor, e assim viabilizar melhores condições de produtividade para o agro gaúcho gerar mais renda”, disse.

A orizicultura, atualmente, é responsável por 3% do ICMS do Rio Grande do Sul, e se consolidou como a principal matriz econômica da metade sul do Estado.

A 29ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz se iniciou em 20 de fevereiro e, de acordo com a organização, mais de seis mil pessoas prestigiaram o evento nos três dias de programação.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.