“Sem reforma da Previdência, cada brasileiro ficaria R$ 5,8 mil mais pobre”, diz nota técnica

O secretário de Política Econômica, Adolfo Sachsida, enviou ao jornal O Antagonista uma nota técnica sobre o impacto da aprovação da reforma da Previdência.

Segundo ele, a “não aprovação da reforma da previdência resultaria em um acréscimo adicional dos gastos previdenciários (relativamente ao cenário de reforma) de aproximadamente R$ 1,1 trilhão nos próximos dez anos”.

“Esse custo ampliaria o déficit público e teria de ser compensado com elevação da dívida pública ou aumento dos impostos.”

Da mesma maneira, haveria um impacto negativo no bolso do cidadão. “Em 2023, na ausência da reforma da previdência, cada brasileiro estaria R$ 5,8 mil mais pobre.”

A nota técnica traz ainda projeções sobre o mercado de trabalho. Sem a reforma, a taxa de desemprego alcançaria 15,1% em 2023. Com a reforma, seriam criados quase 8 milhões de vagas no mesmo período.

Veja a íntegra do documento AQUI.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.