Comandante dos bombeiros: ‘Só perícia esclarecerá circunstâncias do incêndio’

O site ouviu há pouco o major Gerson Luís da Silva Rodrigues, comandante do Corpo de Bombeiros de Pelotas , para tentar entender o que aconteceu no incêndio ocorrido no antigo prédio da Secretaria de Educação, na esquina na Neto com Anchieta.

As informações ainda são nebulosas. As dúvidas serão tiradas pela perícia técnica dos bombeiros.

Em paralelo, um inquérito foi aberto na Polícia Civil.

O Major confirma que os bombeiros, avisados por um “terceiro”, estava no local na madrugada do domingo, por volta das 3h.

O terceiro teria visto sinais de que havia um foco de incêndio.

“O prédio estava fechado e precisamos de ajuda da Guarda Municipal para abri-lo”, disse o major.

“Nós estivemos lá às 3h, entramos, apagamos o fogo, checamos todas as instalações e voltamos ao quartel”.

Como se sabe, o fogo voltou por volta do meio-dia de domingo e consumiu toda a estrutura interna do prédio.

Os bombeiros voltaram para tentar debelar as chamas, mas não conseguiram.

O site perguntou se o major sabia o que teria ocorrido já que o fogo havia sido controlado de madrugada, mas tornou mais tarde.

Ele diz que não sabe. Pode alguém ter ateado fogo de novo. Falam que moradores de rua entravam no prédio, mas não sabemos de é verdade. Como eu disse, o caso vai ser analisado pela perícia”.

O major não soube informar quando a perícia concluirá seu trabalho, prazo aberto.

 

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.