Connect with us

Pelotas & RS

Moradora que avisou bombeiros de incêndio não acredita que tenham ateado fogo ao prédio

Publicado

on

Uma moradora do centro, a duas quadras do prédio da antiga Secretaria de Educação, que foi consumido internamente num incêndio neste domingo (24), escreveu há pouco para o Amigos de Pelotas.

Falamos com ela, Janina Feijó, ao telefone e por Messenger.

Ela disse que avisou os bombeiros do fogo no interior do prédio. Janina passava ali, viu, se aproximou. “Embora com os vidros quebrados (por onde não passa uma pessoa), a porta estava fechada e ainda amarrada com um arame. E,  lá dentro, uma chamas pequena”.

“Telefonei para os bombeiros lá pelas 10h45 para avisar. Eles demoraram um pouco. Liguei mais duas vezes, aflita, mas só chegaram 20 minutos depois, sem sirene, um caminhão, quatro bombeiros e uma escada pequena, dessas que temos em casa”.

“O que não entendi até agora na história é o seguinte. A porta com vidro quebrado estava fechada, com reforço de um arame. E o fogo lá dentro, ao fundo, longe da porta. Eu não posso acreditar que alguém tenha entrado no prédio, um morador de rua, como andam dizendo, ateado fogo lá no fundo e, ao sair, tenha tido a preocupação de fechar a porta e por o reforço do arame. Não faz sentido isso. Pra mim esse é o ponto”.

“Eu só consigo pensar é que o fogo não tenha sido apagado devidamente na primeira visita dos bombeiros, da madrugada, e tenha voltado. Não estou julgando ninguém, viste. Apenas te dizendo o meu raciocínio. Para mim, a hipótese mais lógica até aqui é que tenham pensado que haviam apagado o fogo da primeira vez, quando na verdade não haviam apagado”.

Publicidade

Publicidade
Clique para comentar

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor.

Brasil & Mundo

Banco do Brasil faz mutirão de renegociação de dívidas

Também será possível descontos nas taxas de juros e prazo de até 100 meses

Publicado

on

O Banco do Brasil (BB) começa nesta segunda-feira (6) um mutirão de negociação de dívidas que vai até o dia 17 de dezembro, com descontos de até 95% para pagamento à vista das dívidas vencidas. Também será possível descontos nas taxas de juros e prazo de até 100 meses para renegociação a prazo de operações vencidas, conforme o banco.

“As condições estão disponíveis para mais de 3,5 milhões de clientes – pessoa física, produtor rural e pessoa jurídica, que possuam dívidas inadimplidas oriundas de operações de crédito pessoal, cartão de crédito, cheque especial e outras”, diz nota da instituição financeira.

Para fazer a negociação os clientes podem procurar as agências do banco também os canais digitais: internet, App, WhatsApp (61-4004-0001) e pela Central de Atendimento (4004-001/ 0800 729 0001). 

Segundo a gerência executiva da Unidade Cobrança e Reestruturação de Ativos Operacionais do BB, o mutirão de renegociação “visa proporcionar aos nossos clientes a possibilidade de renegociar suas dívidas, para começar 2022 tranquilo, além de incentivar a educação e planejamento financeiro pessoal e contribuir para a retomada da economia”.

Continue Reading

Especial

Hospital Escola recebe R$ 1,2 milhão e vai adquirir mamógrafo

Publicado

on

O Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE UFPel) foi contemplado com uma parcela extra do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) no valor de R$ 1.265.155,50.

Deste total, o valor de R$ 910.155,50 será destinado à aquisição de um novo mamógrafo para a instituição e R$ 355.000,00 serão destinados à continuidade da implementação da Gestão de Acesso do HE.

Esse recurso provém da redistribuição de valores não executados na rede, para hospitais que estão com processos licitatórios concluídos e com capacidade administrativa de executar o recurso. Essa aquisição é fruto do planejamento e eficiência administrativa do Hospital Escola da UFPel.

“O mamógrafo que será adquirido é um equipamento de ponta que traz mais qualidade ao exame de mamografia ofertado e aumento significativo na capacidade operacional, a fim de atender uma importante demanda da nossa população. Vamos contribuir fortemente na eliminação da lista de espera pelos exames de mamografia, essenciais para prevenção e tratamento do câncer de mama”, destacou a superintendente do HE, Samanta Madruga.

Conforme a gerente de atenção à saúde, Carolina Ziebell, atualmente o HE tem contratualizado com a Prefeitura de Pelotas via Sistema Único de Saúde (SUS), 600 mamografias por mês, porém tendo em vista que o aparelho atual está em via de desativação em função das atualizações tecnológicas que tornaram o equipamento defasado e antieconômico, a verba recebida será empenhada para um novo equipamento, inclusive com tecnologia mais avançada.

“Com a chegada deste novo aparelho teremos uma qualificação do exame, pois ele faz uma imagem com maior qualidade e retomaremos os 600 exames ao mês, podendo inclusive aumentar esta produção, se for o interesse do gestor municipal”, explicou Carolina.

Publicidade

O mamógrafo digital irá ser utilizado imediatamente após o recebimento e instalação, não sendo necessária qualquer ação de infraestrutura para o pleno funcionamento. Conforme a gerente administrativa, Daniele Zaffalon, a previsão de entrega é cerca de 120 dias.

Já a Gestão de Acesso é uma demanda antiga do Hospital Escola, que prevê a solução de tecnologia da informação com objetivo de dar segurança à instituição através da identificação no acesso das pessoas ao hospital, utilizando critérios pré-configurados e registrando todos os eventos relativos a esta atividade.

De acordo com o chefe do Setor de Planejamento, Mauro Calderipe, o HE foi o hospital que recebeu mais recursos extras dentro de toda rede, tendo em vista que o planejamento havia sido bem executado, com as licitações concluídas no tempo adequado e a capacidade de empenho dentro do tempo previsto.

Continue Reading

Especial

UFPel identificou autor da mensagem “Fora Bolsonaro” no Pave

Instituição instaurou processo administrativo para apurar fatos e responsabilidades

Publicado

on

Nota da UFPel sobre mensagem de cunho político na prova do PAVE

A administração da Universidade tomou conhecimento, no último domingo (5), de inclusão em sua prova do Programa de Avaliação da Vida Escolar (PAVE) de formatação de caracteres em negrito compondo mensagem de cunho político na folha de instruções. (mensagem FORA BOLSONARO)

Cumpre informar à comunidade que a autoria da iniciativa já foi identificada, que não há qualquer indício de ofensa à integridade da prova e que já foi instaurado processo administrativo destinado à plena apuração dos fatos e responsabilidades.

A UFPel reitera seu compromisso com a comunidade universitária e regional com a transparência, integridade e regularidade de todos seus processos.

Continue Reading



Publicidade
Publicidade

Mais lidas em três dias