Associação de Servidores comemora ‘mediação de conflito’ com reitor

A divisória apelidada de muro

ASUFPel/Sindicato (Associação dos Servidores da UFPel) publicou no Facebook uma nota em que anuncia que a entidade mediou um conflito que culminou no anúncio do que chamou de “queda do Muro da Intolerância”, instalado na Unidade Cuidativa da UFPel.

Continua a nota Asufpel:

“O Reitor da Universidade Federal de Pelotas, Pedro Curi Hallal, reconheceu na manhã desta sexta-feira, 01 de março de 2019, em uma reunião entre a Coordenadora da Cuidativa Julieta Carriconde Fripp, o próprio Reitor e o Sindicato ASUFPel, representado pela Coordenadora da entidade, Maria Tereza Tavares Fujii, que o espaço destinado para os usuários, alunos e os servidores da UFPel, disponível no prédio da Unidade Cuidativa da Instituição, não é suficiente.

Hallal argumentou que neste momento há outros prédios que podem servir como solução para realocar os arquivos que dividem espaço com as pessoas que usufruem o antigo endereço da Laneira (antiga fábrica, sede a Unidade Cuidativa).

A Coordenadora da ASUFPel manifestou satisfação pelo desfecho favorável e cobrou que a Universidade continue investindo em cuidados paliativos.

“Para o ASUFPel, que foi um dos intermediadores, é importante este consenso, é fundamental que haja um local para as pessoas com doenças crônicas, este projeto é importantíssimo para a cidade, ele precisa continuar e com mais investimentos”, acentuou Tereza.

Não é de hoje que o Sindicato ASUFPel busca a retirada das divisórias e, assim, a ampliação das acomodações existentes na Unidade Cuidativa da UFPel, um período longo de exigências e busca por soluções, durante este tempo os que utilizam a Cuidativa deram vários apelidos para os painéis instalados no local, um deles: “Muro da Intolerância”.

Ao que tudo indica a problemática encontrada na Cuidativa foi resolvida, isso porque, o Reitor apresentou uma previsão da retirada das divisórias do prédio central da Unidade, a principio a data listada é 31 de maio de 2019, dias antes do Congresso Nacional da Cuidativa, que acontecerá em junho”.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.