Bolsonaro quer uma Lava Jato para a Educação brasileira

Jair Bolsonaro passou a manhã desta segunda defendendo, no Twitter, mudanças na educação, inclusive com investigação dos órgãos do governo sobre a aplicação dos recursos públicos na área.

“Em 2003 o MEC gastava cerca de R$ 30bi em Educação e em 2016, gastando 4 vezes mais, chegando a cerca de R$130 bi, ocupa as últimas posições no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA)”, postou o presidente.

“Há algo de muito errado acontecendo: as prioridades a serem ensinadas e os recursos aplicados. Para investigar isso, o Ministério da Educação junto com o Ministério da Justiça, Polícia Federal, Advocacia e Controladoria Geral da União, criaram a Lava-Jato da Educação.”

“A agenda globalista mira a divisão de classes. Pessoas divididas e sem valores são facilmente manipuladas. Mudar as diretrizes ‘educacionais’ implementadas ao longo de décadas é uma de nossas metas para impedir o avanço da fábrica de militantes políticos para formarmos cidadãos.”

1 thought on “Bolsonaro quer uma Lava Jato para a Educação brasileira

  1. Se de fato baixar uma lava-jato em Pelotas, vai ter colégio federal sendo chamado a devolver um ano inteiro de salários pagos, cujas aulas nunca foram recuperadas. Vai faltar financeira na cidade, é esperar e aplaudir.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.