Maria Eulalie recebe Troféu Mulher Cidadã da AL

A pelotense Maria Eulalie Assumpção Mello Fernandes, 71 anos, recebeu nesta quarta-feira (13) o Troféu Mulher Cidadã da Assembleia Legislativa, na categoria Profissionalização e Geração de Trabalho e Renda para a Mulher.

A homenagem, realizada durante a Sessão Solene alusiva ao Dia Internacional da Mulher, foi uma indicação do deputado Luiz Henrique Viana e demais parlamentares da bancada do PSDB. É um reconhecimento às quatro décadas em que Maria Eulalie se dedica às causas sociais.

Ela é fundadora do Banco Madre Tereza de Calcutá, em atividade há 15 anos em Pelotas. Por meio de doações da comunidade pelotense, são distribuídas mensalmente 17 toneladas de alimentos a mais de quatro mil pessoas. Do Banco de Alimentos, nasceu o de Empregos, que qualifica a mão de obra das famílias cadastradas. Semanalmente, 15 pessoas são capacitadas. A instituição conta ainda com outros dois braços: o Banco de Leite, para quem tem alergia à proteína ou intolerância à lactose, e o de Remédios, destinado a quem não pode pagar por medicamentos.

A homenageada recebeu o troféu das mãos de Viana, da vice-presidente Zilá Breitenbach e demais deputadas da Casa. Emocionada, agradeceu o reconhecimento: “Que o trabalho realizado em Pelotas possa inspirar pessoas em outras cidades para que a dor dos mais necessitados seja aliviada”.

Viana destacou que através do trabalho coordenado por Maria Eulalie, muitas mulheres tiraram suas famílias da linha da miséria e da fome. “Ela é um orgulho para os pelotenses e todos os gaúchos. É uma inspiração para todos, uma mulher ímpar, que sempre trabalhou pelos mais necessitados. Sua motivação é o amor”, ressaltou o deputado.

A prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, que foi representada na solenidade pelo vice Idemar Barz, encaminhou uma mensagem à Presidência da Assembleia: “Maria Eulalie já há muito tempo é uma Mulher Cidadã no coração de cada um de nós. Sua cidadania é aquela que brota do amor e do carinho e se confirma no compromisso e no trabalho”, declarou em um dos trechos.

A homenageada também participou da fundação do Movimento de Emaús em Pelotas (curso de valores humanos e cristãos da Igreja Católica), do Grupo de Apoio ao Cerenepe (escola que atende mais de 300 alunos especiais) e do Alfredo Dub (que atende crianças surdas de toda a Zona Sul do Estado). Criou ainda a campanha Bouquet do Amor, que há mais de 30 anos arrecada novelos de lã para a confecção de enxovais de bebê entregues às famílias carentes de Pelotas. A dedicação da pelotense a tantos projetos já lhe rendeu outras homenagens como o título de Cidadã Emérita, concedido pelo então prefeito de Pelotas, Bernardo de Souza, e a Medalha da 54ª Legislatura da Assembleia gaúcha.

Outras seis mulheres foram homenageadas nesta quarta em diferentes categorias: Tânia Reckziegel (Defesa dos Direitos da Mulher e Combate à Violência contra a Mulher), Tânia Maria de Paula Feijó (Educação da Mulher), Manuela D Ávila (Promoção da Participação Política da Mulher), Marly Vendruscolo (Saúde da Mulher), Gicele de Azevedo Melo (Atividade Comunitária em Prol da Mulher) e Joanna Burigo (Mulher na Cultura).

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.