Prefeitura reduz meta de construção de 14 para oito escolas de educação infantil

A prefeitura anunciou num certo momento que pretendia construir 14 escolas de educação infantil na cidade.

Esta previsão precisou ser rebaixada para oito escolas, segundo a prefeitura, por problemas com o Programa ProInfância, do governo federal.

“O programa foi concebido com vários problemas, pois o governo federal fez as licitações e contratou, por exemplo, uma empresa para fazer centenas de escolas. A empresa não teve perna e tudo parou”, informa Gustavo Azevedo, chefe da Comunicação Social da prefeitura.

Cointinua ele:

“Depois o programa foi retomado, dando ao município a possibilidade de fazer as concorrências.

Mas, com a crise, a verba sofreu uma reformulação. As empresas abandonaram as obras por falta de pagamento do Proinfância.

Agora, após a reformulação, estamos com previsão de oito escolas.

Deste total, estamos assim:

  • Uma escola praticamente pronta (Navegantes).
  • Duas em andamento (Laranjal e Vasco Pires).
  • Três com licitação já publicada para retomar (Vila Princesa, Sítio Floresta e Sanga Funda)
  • Duas sem previsão de licitação, devido à falta de recursos (Eucaliptos e Dunas)”.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.