Por que a polícia cogita que Mirella tenha se afogado

O jornal estranhou a informação, ventilada ontem, de que a estudante da UFPel Mirella Pinto da Mota Gomes, dada como desaparecida, possa se ter afogado no canal Santa Bárbara.

Hoje foi pesquisar e descobriu que a polícia cogita dessa hipótese baseada no depoimento de duas testemunhas.

Depoimentos registrados no inquérito.

Um jovem, amigo da irmã gêmea de Mirella, disse à polícia que viu a garota caminhando sozinha em direção à Rodoviária. Ele viajava de ônibus para o Capão do Leão e avistou a garota pela janela do coletivo.

Outra testemunha declarou que, no mesmo dia, viu uma pessoa se debatendo nas águas do Santa Barbara, chegando a alertar os bombeiros. Viu esta cena em horário posterior e próximo de quando o rapaz no ônibus avistou Mirella.

A polícia apenas cogita a hipótese se afogamento. Não trata o assunto com certeza.

O Ministério Público está em posse do inquérito e poderá solicitar novas deligências, se entender necessárias.

Polícia acha que Mirella, estudante desaparecida, se afogou

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.