Uma croniquinha sobre uma foto mágica do Laranjal

Rogério Elste faz fotos frequentes da paisagem e presenteia amigos nas redes sociais.

A água refletiu o céu e se azulou em gélidos matizes polares.

Na foto do Rogério, cada elemento está em seu lugar e se encaixa com precisão.

Pamela Bloom, uma amiga americana, fez um comentário sensível sobre o instantâneo.

“Como um Ufo”, teclou ela.

O mesmo que, pra nós, Objeto Voador Não Identificado, OVNI.

Ela tem razão. Como há acúmulo de beleza, há outros significados.

A foto parece mesmo a captura em pixels da chegada de uma nave-mãe.

O autor leu o cmt de Pamela ao post, concordou com ela, ele mesmo não havia notado, e acrescentou que a sombra escura da fotografia parece o desenho de um avião. Outro achado. Parece mesmo!

Laranjal, hoje, fotografia do Rogerio Elste

Uma foto conectou três pessoas, duas no Brasil, uma nos estados Unidos, em questão de minutos, por causa da tabelinha da sensibilidade com o inconsciente dentro da cabeça do Rogério, mas em conexão cósmica com os homens e com Deus.

Parabéns.

Depois de publicar este post, vi ainda as nuvens como se estivessem se retirando, indo embora. A última, mais próxima, reluta.

© Rubens Spanier Amador é jornalista.

Facebook do autor | E-mail: rubens.amador@yahoo.com.br

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.