Um momento de mau tempo para Pelotas

Amigos observaram. A atmosfera da cena pública, em Pelotas, anda carregada de nuvens, e com maior frequência.

O que outros estão sentindo, eu tb estou, e é como um “apartamento”, no sentido de que a vida nos tem empurrado para nosso quadrado, circunscritos pela hostilidade do ambiente.

É um sentimento…

Além das próprias dificuldades, a cena pública pelotense reflete a do País, acentuada em nós, porque caminhamos sobre pedras centenárias. Há dias, especialmente os úmidos, em que, nos percursos, a gente sente como se uma farsa houvesse sido descoberta e os envolvidos não a admitissem, por causa das obrigações da representação.

Fosse usar uma imagem, eu diria que a sensação na cena pública local, hoje, é de uma nuvem que não chove, e não chovendo, não deixa transparecer o sol.

O mundo em que vivem os gestores públicos é diferente do mundo em que vive a maioria dos pelotenses, 80% de famílias com renda de até 2 salários mínimos e meio, gente que necessita dos serviços públicos oferecidos pelo Município, cuja qualidade todos conhecemos.

Mesmo assim, nas fotos, as autoridades sorriem, em dessincronia cênica com a realidade ou em descolamento proposital, por proteção emocional.

É apenas um estado de coisas que pode mudar amanhã. Desejamos que mude.

Na iniciativa privada na cidade, apesar de tudo, as coisas vão melhores.

A vida não está fácil em Pelotas

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.