Caso do esquecido rabino Sobel é uma lição

E pensar, depois da Lava Jato etc, que esse homem foi para a lata do lixo da história por ter sido flagrado furtando um punhado de gravatas num magazine de Nova York!

Parece uma injustiça. E é.

Mas os homens são assim…

A ambição pequena é captada como sinal de uma alma igual. A ambição grande, até do homem que rouba, é perdoada muito mais facilmente, pode virar filme até.

Tudo tem um valor.

Arriscar-se por pouco não é visto como algo de valor.

Foi o que se deu com o rabino Henry Sobel.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.