Governo Paula reentra em campo com ‘camiseta dos docinhos’

    Paula no Sítio Floresta. Foto: Gustavo Vara

A gente continua olhando fotos com lupa.

Nesta, feita pelo fotógrafo Gustavo Vara, da prefeitura, deu pra ver que os docinhos voltaram.

Os docinhos… da campanha publicitária por uma cidade limpa, bem cuidada, que, por serem doces, também comunicam uma ideia de paz.

Sobre a superfície do tecido que dá corpo às camisetas celestes, confeccionadas pela oficialidade, os docinhos parecem se anunciar como no paraíso, posicionados para uma foto contra o azul.

Embora se possa não perceber à primeira vista, há uma notícia na camiseta.

Nos registros oficiais do Paço, fornecidos à imprensa, a camiseta com os docinhos torna a aparecer como indumentária das autoridades, depois de sumidas por um tempo.

A gente não acredita muito em coincidência, embora, muitas vezes, elas pareçam existir.

Outro dia, como primeira notícia do rearranjo de cargos no primeiro escalão, publicada em primeira mão pelo Amigos, a prefeitura anunciou a substituição do secretário de Serviços Urbanos.

As reclamações de má prestação dos serviços se acumulavam, motivo de reuniões com vereadores, numa área sensível em todos os sentidos, inclusive eleitoralmente.

PRIMEIRA MÃO: Paula define novo secretário de Serviços Urbanos

Aparentemente, a volta do uso da indumentária com docinhos é um sinal de que a Administração começa uma reação, buscando sair das ‘cordas’, onde está vários meses, sem conseguir respirar.

Paula perdeu apoio na Câmara no final do ano passado. Ficou claro quando o governo perdeu a votação para criar uma taxa sobre o recolhimento do lixo, que lhe daria folga aos cofres municipais, mas não deu.

A prefeita tenta recuperar apoio perdido não só com a campanha, mas com uma reforma administrativa, a ser anunciada nos próximos dias. Uma reforma que, na verdade e na prática, trata-se da distribuição de cargos entre partidos, conforme a conveniência política.

Pois é nesse esforço de recuperação, parece, que devemos entender o reaparecimento das camisetas azuis com os docinhos, utilizadas como peças de uma campanha publicitária do começo do governo, no passado, o que pode ser interpretado ainda como uma tentativa de ressuscitar um momento bom que já não anda tão bom, com os cofres da prefeitura tão raspados que Paula precisou pedir R$ 10 milhões emprestados à Câmara de Vereadores.

MP analisa empréstimo de R$ 10 milhões da Câmara à prefeitura

Tb não é coincidência, evidentemente, que o Executivo tenha anunciado nesta segunda-feira (1) a reedição do evento Bairro da Gente, onde autoridades e funcionários, literalmente, vestirão a camiseta para prestar serviços bem pertinho da comunidade mais carente, no seio dela, como se vê abaixo, e, embora não se diga, com evidente reforço da segurança pessoal.

Prefeitura levará ao Sítio Floresta uma edição de O Bairro da Gente

Talvez não seja por acaso tb a inauguração do escritório para a Zona Sul, do deputado federal Daniel Trzeciak, um casarão histórico na Gonçalves Chaves.

Daniel Trzeciak abre escritório para Zona Sul em casarão histórico

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.