Dona Conceição, tesouro escondido na Vila Castilho

Da UFPel |O Núcleo da Canção da Universidade Federal de Pelotas inicia, nesta quarta-feira (3), um ciclo de atividades. A primeira é o bate-papo com a compositora pelotense Conceição Teixeira e lançamento do CD Virtual “Dona Conceição dos Mil Sambas”.

O encontro é aberto ao público e será realizado às 19h, no Salão Milton de Lemos, do Conservatório de Música da UFPel.

No evento, haverá audição comentada do CD, roda de conversa com Conceição Teixeira, Leandro Maia e Solon Silva e relato da pesquisa “Poética da Canção: habitus cancional no processo criativo da música brasileira (Poetics of Song: songwriting habitus in the creative process of Brazilian Music)”, de Leandro Maia.

De acordo com a organização do evento, a música produzida em Pelotas representa muito bem o “caldo cultural” do qual a música brasileira emerge: a incorporação de matrizes de tradições diversas, congregando oralidade, escrita, matrizes indígenas, africanas e europeias.

Com mais de 80 anos de idade, dona Conceição Rosa Teixeira seguia – e ainda segue – sua produção musical de forma artesanal e doméstica, testemunhando a viva tradição dos cancionistas populares. Mesmo sem tocar nenhum instrumento musical ou conhecer música de maneira formal, ela compôs mais de mil sambas, que estavam guardados em sacolas de supermercado espalhados em sua casa antes de ganharem o mundo através da pesquisa de Leandro Maia, realizada na universidade inglesa Bath Spa University entre 2015 e 2018. Antes disso, poucos privilegiados como o sambista Solon Silva tiveram acesso ao trabalho de Conceição.

A Cô – que é como Dona Conceição prefere ser chamada – é famosa na cidade de Pelotas por ter criado mais de cem “filhos do coração”, mas sua produção artística era ainda inédita e restrita a poucos amigos.

Maia a ouviu pela primeira vez em casa em 2012, durante o 2º Festival SESC de Música, e “nunca mais largou do seu pé”.

Além de coletar cerca de 80 canções, o cantor, compositor e professor da UFPel analisou, transcreveu e publicou um livro bilíngue de partituras e comentários – produzido com recursos da Bath Spa University – além de arranjar e juntar amigos para gravar com a Cô seu primeiro disco, gravado ao vivo na Bibliotheca Pública Pelotense e no Theatro São Pedro, em Porto Alegre.

O trabalho contou com uma rede solidária envolvendo a Discoteca L.C Vinholes, o curso de Cinema da UFPel, a Bibliotheca Pública Pelotense, o Theatro São Pedro, as Redeiras de Pelotas, a Bath Spa University e a Secult Pelotas, através do Bath Spa Pioneer Award e do Edital de Eventos da Secult. Gravado durante o festival “Mistura Mundo Sul Generis – Brazil, Inglaterra e Zimbábue”, o CD e DVD virtuais foram disponibilizados na internet aos interessados.

Durante o evento de lançamento, Leandro Maia disponibilizará o acesso aos interessados.

Quem não conseguiu conferir ao vivo terá o acesso aos registros dos shows que deram origem ao CD e ao DVD, disponíveis no site www.conceicaoteixeira.com.br, além de partituras, arranjos e textos sobre esta compositora que é um tesouro escondido na Vila Castilho, em Pelotas.

Os links para o disco e show serão distribuídos em cartão com QR codes.

Serviço:

Núcleo da Canção convida para “Dona Conceição dos Mil Sambas”
Data e Hora: 3 de abril, às 19h
Local: Auditório Milton de Lemos do Conservatório de Música da UFPe (Rua Félix Xavier da Cunha, 651)
Informações Adicionais:
Músicas do CD Dona Conceição dos Mil Sambas
www.conceicaoteixeira.com.br

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.