Exibição de filme sobre golpe de 1964 tem tumulto na Paraíba

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Lançado no último domingo (31), o documentário “1964: O Brasil entre Armas e Livros” segue sendo bombardeado por onde passa. Primeiro foi a recusa da rede Cinemark de veicular o filme da produtora gaúcha Brasil Paralelo no Rio de Janeiro e seu arrependimento por tê-lo exibido em outras cidades.

Na noite desta terça (2), novo incidente. Um evento de exibição organizado em João Pessoa (PB) foi alvo de um grupo de manifestantes, que, aos gritos, inviabilizaram o acompanhamento pelo público.

O filme tem uma visão simpática do golpe, que teria sido, segundo sua narrativa, uma reação legítima a um movimento do presidente João Goulart de aproximação com o bloco soviético.

A exibição ocorreu numa sala da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), e foi organizado por duas entidades liberais: o Instituto Tropeiros e a União dos Estudantes Livres.

Logo no início da sessão, um grupo de cerca de 20 estudantes de esquerda entrou no auditório e começou a vaiar a exibição e gritar, impossibilitando a compreensão do que era dito na tela. Eram especialmente efusivos em trechos que mostravam o filósofo Olavo de Carvalho, guru ideológico do presidente Jair Bolsonaro.

Eles praticamente invadiram o auditório, fizeram a maior confusão. Não nos deixaram escutar o documentário, ficaram fazendo arruaça até o final”, diz Mateus Siqueira, do Instituto Tropeiros.

Na semana passada, cartazes anunciando a exibição já haviam sido rasgados no campus.

Os organizadores chegaram a interromper a exibição algumas vezes, pedindo silêncio, inutilmente. Mesmo assim, levaram a exibição até o fim.

Segundo eles, um dos palestrantes que falariam no evento levou um chute, e outro foi atingido por uma cusparada.
O filme deve ser exibido em outros locais pelo país, por grupos de direita. Ou seja, novos incidentes parecidos podem acontecer. Também está agora disponível na internet.

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.