O docinho não tá dando conta

Prefeitura pede que população seja doce com a cidade, mas ela mesma não é

No primeiro ano de governo, a prefeitura botou no ar uma campanha para manter a cidade limpa e bem cuidada.

Na peça publicitária, o Docinho convidava: “Seja doce com Pelotas”.

Deduziu-se que ele puxava o convite, que daria o exemplo.

Por toda a cidade foram instaladas placas com a mensagem publicitária, Docinho e convocação.

Neste abril de 2019, dois anos depois, a foto acima sintetiza o momento que vivemos. Foto do Laranjal, com mato alto por todo lado, motivo de reclamações frequentes dos moradores, que chegaram a criar a página SOS Laranjal, para denunciar as condições do bairro.

Pelo que a gente percebe, nem o Docinho parece capaz de manter a cidade bem cuidada. Ao menos não sozinho, no tempo da necessidade dos moradores, antes que as reclamações comecem e percorram as redes sociais como rastilho de pólvora.

Não se está apontando o dedo para ninguém especificamente, nem se dizendo que a culpa é da prefeitura, embora esta tenha responsabilidade e deva ser cobrada; se está apenas constando que a prefeitura não tem conseguido, sozinha, dar conta dos problemas de uma cidade como Pelotas.

Como há um descompasso entre intenção e a realidade, e como falta o exemplo, entre outros motivos, a campanha não vingou.

Todo o dinheiro público gasto com a veiculação da campanha – em termos práticos – foi perdido.

Alguém ganhou, claro. Mas, nesse caso, não foi a cidade.

CUIDADO! ÁRVORE CAINDO !

Mato toma conta das ruas internas do Laranjal

PRIMEIRA MÃO: Paula define novo secretário de Serviços Urbanos

Obrigado por participar. Comentários podem ser rejeitados ou ter a redação moderada. Escreva com civilidade, por favor. Abç.