Novo ministro da Educação: “Uma pessoa que sabe ler e escrever não vota no PT”

Abraham Weintraub disse para o Estadão:

“Não sou caçador de comunistas. Não gosto do comunismo, mas aceito o comunista. Quero a redenção dele.”

Ele deu um exemplo:

“Meu avô foi para campo de concentração. E como ele escapou? Tinha um sargento da SS que protegia ele dentro do campo e o salvou. O cara falou: isso aqui é loucura. Meu avô foi parar no campo com 14 anos.”

Para derrotar o petismo, ele recomenda gramática e matemática:

“Uma pessoa que sabe ler e escrever e tem acesso à internet não vota no PT. A matemática é inimiga do obscurantismo. Eu não sou contra o petista. Tenho amigos que são petistas. Pessoas boas que não conseguem se livrar. Eu converso com as pessoas. Não é que eu tenho: ‘ah, demônio!’ Agora, sou contra o obscurantismo.”

Sobre o Escola Sem Partido, ele respondeu:

“Não tenho opinião formada. Sou contra qualquer discussão política até o ensino secundário.”

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.