Acadêmicos levantam suspeita de que água em Pelotas esteja contaminada

Acadêmicos, ambientalistas e políticos

Um grupo de acadêmicos e ambientalistas se reuniu com a Comissão de Meio Ambiente da Câmara de Vereadores de Pelotas para levantar uma suspeita grave e sem prova até aqui: a “possível” presença de agrotóxico na água da Barragem do Santa Bárbara.

Marcaram outra reunião sobre o tema para o dia 24 de maio, “em defesa da qualidade da água que abastece o município, mas também do saneamento básico, áreas verdes, legislação ambiental, educação ambiental, entre outros temas”.

‘Nunca houve registro de problemas com a água’

 

Sanep diz que exames da água pelotense não mostram registros de agrotóxicos

Barragem Santa Bárbara

A Barragem possui 359 hectares de proteção e o volume de água estimado é de 10 bilhões de litros.

Tem como finalidade fornecer água bruta por gravidade para a planta de tratamento da ETA Santa Bárbara e para a zona industrial, através de bombeamento.

Cerca de 50% do Município recebe a água tratada da Estação, abastecendo o Centro, o Porto, Bairro Navegantes, Vila Fátima, Bairro Fragata, Distrito Industrial e Vila COHAB.

1 thought on “Acadêmicos levantam suspeita de que água em Pelotas esteja contaminada

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.