Havan ameaça desistir de abrir loja em Pelotas

Luciano Hang, dono da Havan, diz que está pensando em desistir de abrir loja da Havan em Pelotas, contrariado com a demora de uma definição do Ministério Público quanto a um questionamento feito pelo Conselho de Cultura a respeito das obras no Hipódromo da Tablada.

“Não estou disposto a aguardar muito tempo para uma definição do MP. Não deu certo em Pelotas, vamos para outra cidade. Há dezenas de cidades no Rio Grande do sul que estão atrás de emprego”.

Luciano acusa o PSOL de estar atrás da denúncia do Conselho de Cultura.

Crise pode levar shopping a popularizar-se

“A esquerda não gosta de mim, tentam me ferrar em todo o Brasil”.

O PSOL diz que não tem motivação política, que o Conselho de Cultura é plural.

O cronograma de obras, previsto para começar em 18 deste mês, está suspenso.

A direção da Havan diz que o negócio poderá sair, desde que o Ministério Público se manifeste em breve.

O caso está com o promotor André de Borba.

Conselho de Cultura tenta ‘impedir vinda da Havan’

Conselho de Cultura preocupado com desfiguração da Tablada por loja da Havan

Luciano Hang, da Havan, envia vídeo ao site com mensagem para Pelotas

Havan abrirá 400 vagas de emprego em Pelotas, garante Luciano Hang

Alegações do Jockey em favor da parceria do Hipódromo com empresas

Jockey Clube contrata empresa para transformar Tablada num Centro de Entretenimento

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.