A estratégia militar para Olavo de Carvalho

O núcleo militar do governo adotou uma nova estratégia para tentar enfraquecer a influência de Olavo de Carvalho sobre Jair Bolsonaro, diz a Folha.

“Para evitar que o escritor ganhe a atenção dos veículos de imprensa, a ordem a partir de agora é ignorá-lo. A avaliação dos generais do governo é de que já deram a resposta que tinham que dar a Olavo, por meio das manifestações públicas de Villas Bôas, que o chamou de ‘Trótski de direita’ e de ‘pivô de todas as crises.’”

Obrigado por participar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.